2018/10/11

Google Photos ganha Live Albums para partilha automática de fotos


O Google Photos já conta com diversas opções para partilha de fotos, mas agora ganha "Live Albums" para álbuns dinâmicos com pessoas ou animais que podem ser partilhados com quem se quiser.

Até agora era possível partilhar álbuns específicos com pessoas específicas, ou então partilhar todas as fotos que se vão tirando com uma outra pessoas. Os Live Albums vêm trazer mais versatilidade a este sistema, permitindo criar álbuns partilhados que automaticamente irão incluindo fotos de determinadas pessoas (ou até animais estimação) assim que forem sendo tiradas.




Por exemplo, em vez de terem que continuamente partilhar novos álbuns com fotos dos filhos para partilharem com os avós, poderão criar um Live Album que irá adicionando todas as novas fotos deles que forem sendo tiradas - e isto de forma automática.

Embora pela minha experiência o reconhecimento facial do Google Photos seja extremamente fiável, não posso deixar de imaginar nos potenciais riscos de um sistema deste tipo, caso alguma pessoa tire uma foto mais "sensível" que eventualmente possa ser mal classificada e partilhada num destes Live Albums. Mas pronto, afinal vivemos na era onde a privacidade é apenas uma ilusão, certo?

7 comentários:

  1. acho que a funcionalidade de associar labels a pessoas ou animais não está disponível em Portugal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era possível activá-lo por cá (pelo menos, era, há uns anos. :)
      https://abertoatedemadrugada.com/2015/12/como-activar-o-agrupamento-de-fotos-por.html

      Eliminar
  2. Nope. Adoro o Google Fotos, mas nunca irei aceitar funcionalidades de reconhecimento facial automáticas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem quiser ser paranóico pode sempre argumentar: e será que não o estarão a fazer internamente de qualquer forma? :)

      Eliminar
    2. Se queres a minha opinião, claro que sim , estão certamente fazer, mas aqui na partilha destes álbuns dinâmicos de fotos com outros utilizadores somente confiando no reconhecimento facial, não obrigado, isto não é o mesmo que eu ter as minhas playlists do Spotify partilhadas com os meus amigos , é mais sério e menos seguro em relação ao Spotify.

      Eliminar
    3. Concordo. Não tenho a menor dúvida de que a máquina de inteligência artificial que está por trás se usa da informação que vou colocando nas descrições das minhas fotos para depois me dar mais (e melhores) resultados nas minhas próprias pesquisas.

      Exemplo? Pesquisar pelos nomes dos meus filhos e receber respostas de dezenas de fotos onde nunca coloquei nenhuma informação nas descrições e mesmo assim o Google Fotos acerta na mouche devolvendo resultados melhores do que aqueles que eu estaria à espera.

      Ainda digo mais: Muito provavelmente, o Google Fotos é uma das maiores invenções de todos os tempos para colocar os utilizadores a ensinar a imensa máquina de inteligência artificial da Google a identificar cenas e situações do quotidiano, sendo que os treinadores somos obviamente nós.

      Grátis? Pois... Não, quando somos nós o produto, não é?

      Mas sim, mesmo assim ainda não tenho palavras para descrever o que esta ferramenta tem feito por mim, pela minha profissão, pelos meus hobbies, pela minha família e pelos meus projetos e ideias ainda na forja...

      Sim, um misto de "apanharam-me que nem um patinho" ou "a cobaia sou eu"...

      Eliminar

[pub]