2018/11/20

MediaTek promete actualizações mais rápidas


A MediaTek quer deixar de estar associada aos smartphones sem actualizações e promete mudanças para breve - mas infelizmente, sem que ainda esteja disposta a disponibilizar o seu código publicamente.

O segmento de entrada de gama e gama média é o preferido de muitas marcas chinesas que competem ferozmente com os seus smartphones económicos. Os processadores MediaTek são a opção mais frequente para os equipamentos destes fabricantes, permitindo poupar valiosos euros face aos Snapdragon da Qualcomm, mas é uma poupança que muitas vezes acaba por ter impacto em áreas como a (falta de) actualizações.

O programa GMS Express lançado o ano passado visava melhorar a prestação da MediaTek neste campo, com a marca a estabelecer dois laboratórios, em Shenzhen e Delhi, que permitem tratar de todo o processo de certificação de um smartphone em apenas uma semana - quando anteriormente eram necessários meses para o mesmo efeito. Mas passado um ano, ainda não se vêem melhorias a nível das actualizações. Para tentar mudar este panorama, a MediaTek vai empenhar mais pessoas nesta área, esperando-se que num futuro não muito distante também os smartphones equipados com os seus chips possam contar com actualizações a tempo e horas.

Para não se ficar dependente da MediaTek, muitos fãs e developers apelam à marca para que disponibilize publicamente as partes do código que lhes permitam fazer esse trabalho, que permitiria criar custom ROM adequadas. Infelizmente, a MediaTek só o faz para os seus clientes, não tendo nesta altura planos para publicar o código fonte em open-source, fechando essa porta à comunidade de developers. Fica assim a responsabilidade totalmente do lado da MediaTek... daqui por um ano veremos que tal isso resultou.

1 comentário:

[pub]