2019/01/18

Google compra tecnologia de smartwatches à Fossil


Numa inesperada manobra, a Google revelou que comprou parte da equipa de desenvolvimento e tecnologia de smartwatches da Fossil.

Embora o segmento dos wearables seja encarado por alguns como sendo de importância crítica para o futuro, a Google parece andar sem rumo definido nesta área. É certo que o Android Wear passou a Wear OS (o que já revela parcialmente as ambições da Google e de se expandir para além do "Android), e que é um dos sectores onde as actualizações ainda vão funcionando decentemente - mas, parece falta "força motriz" para liderar o caminho, ao contrário do que a Apple tem feito com o seu Apple Watch, com reforço constante da vertente da saúde e sector médico (por exemplo).

Há muito que se fala que poderá faltar um Pixel Watch que sirva de referência para o segmento dos smartwatches, e poderá ser isso que levou a Google a optar pela aquisição de parte da numerosa equipa de investigação e desenvolvimento da Fossil Group, que tem sido uma das que mais tem aposta no Wear OS. A tecnologia que a Google conseguiu com esta aquisição está envolta em secretismo, sendo apenas dito que é algo que teve origem na aquisição da Misfit em 2015, e que a Fossil terá evoluído desde então, resultando em coisas que "vão para além de tudo o que está disponível actualmente neste sector".

A fasquia fica assim colocada num patamar elevado... caberá agora à Google atingir ou superar as expectativas, potencialmente ajudando a dar o próximo passo que nos leve para a era "pós-smartphones".

1 comentário:

  1. Os smartwatchs da Fossil são uma excelente opção para quem quer um relógio com estilo aliado à tecnologia android wear 2.0

    ResponderEliminar

[pub]