2019/01/17

Mastercard impede subscrições automáticas após períodos de teste gratuitos


A popular táctica de aliciar clientes com um período gratuito que se torna automaticamente numa subscrição caso o utilizador não se lembre de a cancelar a tempo vai deixar de ser uma preocupação para os utilizadores de cartões Mastercard.

A Mastercard anunciou que vai impedir que um período de teste gratuito se torne numa subscrição automática no final desse período, obrigando os comerciantes a obterem uma nova autorização do cliente para activarem a subscrição.

Adicionalmente, os parceiros ficam também obrigados a manter os clientes devidamente informados sobre todo e qualquer pagamento que venha a ser feito (com descrição adequada, valor, data do pagamento e instruções sobre como cancelar os pagamentos recorrentes), prevenindo as situações em que um cliente se possa ver perante pagamentos que não consiga perceber "de onde vêm" nem como os cancelar.

Embora esta medida venha proteger os consumidores, penso que acaba por ser benéfica para todos. Por exemplo, imagino que - tal como eu - a maioria das pessoas tenha aversão a aderir a este tipo de ofertas "gratuitas", precisamente por anteverem a possibilidade de se esquecerem, ou de serem confrontados com um processo complicado de cancelamento que evite pagamentos recorrentes no final. Havendo esta garantia de que isso não acontecerá de forma automática, será bem mais provável que se adira a este tipo de promoções / ofertas.

Resta agora esperar que também a VISA siga o exemplo...


Actualização: afinal parece que era bom de mais para ser verdade: a Mastercard diz que isto se aplicará apenas a compras físicas e não a serviços digitais (que é precisamente onde mais faria sentido!)

3 comentários:

  1. Pois, pelos vistos não é tão bom como parecia, mas é facil resolver, façam o pagamento com um mbnet ou assim com um limite baixo de data e de valor e boa sorte para eles tirarem mais dinheiro.

    ResponderEliminar
  2. "Actualização: afinal parece que era bom de mais para ser verdade: a Mastercard diz que isto se aplicará apenas a compras físicas e não a serviços digitais (que é precisamente onde mais faria sentido!)"

    Oh... Raios... :(

    ResponderEliminar

[pub]