2019/02/03

Huawei usa AI do Mate 20 Pro para terminar sinfonia inacabada de Schubert


A Huawei muito tem apostado na AI nos seus smartphones - e usando formas originais para a demonstrar - e desta vez, aplica a potência do NPU duplo no Mate 20 Pro para terminar uma sinfonia inacabada.

Na geração anterior, a Huawei demonstrou as capacidades do Mate 10 Pro colocando-o ao volante de um Porsche. Desta vez, dá ao Mate 20 Pro uma tarefa mais criativa e artística, utilizando-o para analisar a Sinfonia No. 8 de Schubert, que permanece inacabada há dois séculos, e criar os dois movimentos finais em falta.

O Mate 20 Pro analisou as partes existentes da sinfonia e terminou-a da forma que achava mais adequada, com essa sugestão a ter depois uma ajuda humana pela mão do compositor Lucas Cantor, vencedor de um Emmy, que fez a devida orquestração para poder ser tocada. A sinfonia irá ser revelada na sua totalidade num concerto em Londres já amanhã (dia 4 de Fevereiro), mas por agora temos direito a um pequeno "teaser" do que se poderá esperar.

A este ritmo, a SPA ainda começa a aplicar uma taxa adicional nos smartphones com Inteligência Artificial, pois se em vez de músicas de artistas conhecidos começarmos a ouvir música criada via AI...




1 comentário:

  1. será que ele consegue terminar a minha chave do euromilhões?
    ps: não deixa de ser interesse ver até que ponto a AI vai evoluir e o que se poderá fazer com a mesma :)

    ResponderEliminar

[pub]