2019/04/06

Amazon vai criar rede internet com 3236 satélites


A Amazon junta-se a outros interessados em criar uma rede de satélites para levar a internet a todo o mundo, e já deu detalhes sobre este seu Project Kuiper.

A par da SpaceX e OneWeb, também a Amazon se aventura na criação de uma rede de internet com milhares de satélites em órbita. A sua proposta fica posicionada entre os 650 satélites da OneWeb e os 12000 da SpaceX (Starlink), com um total de 3326 satélites que ficarão posicionados em três patamares diferentes: 784 satélites a 590 km de altura, 1296 satélites a 610 km, e 1156 a 629 km.

O objectivo é levar a conectividade mesmo a regiões remotas, mesmo se isso não se traduz literalmente por "todo" o mundo. Esta constelação da Amazon focar-se-á em levar comunicações a uma faixa situada entre os paralelos 56º N e  56º S, faixa que cobre 95% da população mundial (mas que deixa de fora alguns países escandinavos, o Alaska, etc.)

Ainda não se sabe se a Amazon irá produzir os seus próprios satélites ou comprá-los a outra empresa, mas sabe-se desde já que o objectivo não será proporcionar acesso satélite directo aos consumidores. Esta rede continuará a necessitar de estações no solo para fazer a ligação entre as redes terrestres e a rede satélite, pelo que no chão as populações continuarão a utilizar 4G/5G/WiFi como normalmente fazem - com a diferença de que poderão ter acesso a ligações de alta-velocidade à internet, mesmo que não exista nenhuma ligação à internet no solo.

1 comentário:

  1. Quem conseguir ter uma constelação eficaz vai poder dominar boa parte das conexões Mundiais, estamos a assistir a uma nova era no fornecimento de serviços.

    ResponderEliminar

[pub]