2019/06/17

SEGA Mega Drive Mini chega em Setembro com 42 clássicos


A Sega também quer rentabilizar a nostalgia dos fãs, e avança com a criação de uma Sega Mega Drive Mini, com 42 jogos clássicos que permitirão recordar os tempos passados em frente ao televisor.

Depois do sucesso das consolas nostálgicas em versão "mini" da Nintendo, também a Sega tira partido do seu vasto historial no sector. A Sega Mega Drive Mini vai ser uma compra obrigatória para todos os que perderam horas e horas em frente à consola original, e que serviu de suporte a inúmeros jogos míticos - muitos dos quais estão incluídos nesta edição. São 42 jogos no total, incluindo títulos como Ecco the Dolphon, Sonic, Altered Beast, Streets of Rage 2, Space Harrier 2, Shinobi 3, Golden Axe, Virtua Fighter 2, entre muitos outros (e sim, também por lá está o Tetris).


Relembrando que estas experiências são melhores a dois, a Mega Drive Mini inclui dois controladores com o formato da original, mas agora com ligação USB, o que permitirá reaproveitá-los no caso de quem tenha um PC com emuladores. A alimentação da consola é também feita via USB, e inclui um cabo HDMI para que não falte nada.


Vai ficar disponível a 19 de Setembro, com um preço de 76.99 euros - sendo desde já possível fazer a sua pré-encomenda. E para além das memórias, vai relembrar-nos como é possível jogar de forma instantânea assim que se liga uma consola, sem perder tempo com ecrãs de carregamento ou horas com actualizações de gigabytes de jogos! (Algo que a Sony e MS estão agora a prometer para a sua próxima geração de consolas. :)

11 comentários:

  1. A treta é que só tem 42 jogos o que diga-se de passagem é muito pouco. O pessoal dos emuladores sabe que com um cartão com 2 Gb leva os jogos todos da mega drive e mais alguns!

    ResponderEliminar
  2. O problema é que alguns jogos precisam de comandos de 6 botões e pelo que vejo, vai vir com comandos de 3 botões.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...virá com comandos de 3 botões, mas nenhum dos jogos instalados necessita de mais!

      Eliminar
    2. Joga-se bem com 3. A maioria dos golpes acaba por ser "specials" :)

      Eliminar
    3. Não se joga bem com 3, jogava isso na megadrive original com o comando de 3, e era um suplicio estar a carregar no select ou no start para mudar de murros para pontapés...

      Eliminar
    4. Por acaso nunca me estorvou muito. Dos jogos que eu jogava aquele em que me dava jeito um comando de 6 botões era no Mortal Kombat 3. Todos os outros safava-me bem. Melhor até do que agora.
      Mas se faz tanta falta: https://www.amazon.es/Retro-Bit-Official-6-button-Importaci%C3%B3n-inglesa/dp/B07H3Q2CX7/ref=pd_sbs_63_5/259-5106495-7819313?_encoding=UTF8&pd_rd_i=B07H3Q2CX7&pd_rd_r=19551671-91b7-11e9-a9cc-ef08b2012972&pd_rd_w=XIjeW&pd_rd_wg=Bdghc&pf_rd_p=f9384d3f-fa3d-4e25-8bc3-b0c7853cd8a6&pf_rd_r=FKP1P83JQKD96FAS81FZ&psc=1&refRID=FKP1P83JQKD96FAS81FZ

      Eliminar
    5. O Comix zone não precisa, mas dá mais jeito com 6 para escolher os itens para usar. Tirando esse tanto quanto me lembro só os de lutas faziam uso, que era para a alternar entre murros e pontapés.

      Eliminar
    6. Mas eu sei que vão comercializar os comandos de 6 botões, a versão japonesa acho que os vai trazer by default, a nossa versão também os podia trazer, em vez de os ter de comprar à parte.

      Eliminar
  3. Acho engraçado o facto de comparares o tempo de carregamento de alguns jogos que ocupam KBs com outros que ocupam dezenas de GBs ou mais de uma centena. O processamento e texturas envolvido é tão, mas tão diferente. Isto é quase uma Raspberry com emuladores. Não traz nada de novo. Eu pessoalmente já nem consigo jogar estes jogos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas isso não explica tudo. Tens GB de texturas, mas também tens discos e SSDs que transferem dados a velocidades incrivelmente superiores; e não vamos falar de que na altura tinhas CPUs a trabalhar a poucos MHz, e actualmente temos CPUs multi-core e GPUs a trabalhar a GHz.

      De resto, um exemplo simples são aqueles jogos em que se passa 1 ou 2 minutos à espera que carregue um nível; e que, mal esteja recarregado, se fizeres "recomeçar", volta a demorar o mesmo tempo para voltar a carregar tudo - mesmo que tenhas um PC com 64GB de RAM e onde garantidamente estava tudo na memória (queres voltar exactamente ao ponto em que estavas). É mesmo muita má-habituação por parte dos developers, por conta de dependerem cada vez mais de ferramentas pré-feitas e raras vezes preocupadas com a eficiência.

      Lembro-me dos jogos PC que absurdamente gastavam dezenas de gigabytes só para terem o áudio em formato não comprimido, porque nas consolas não queriam desperdiçar o processamento extra caso estivesse comprimido em MP3 (mesmo que num PC tivesses hardware mais que capacitado para fazer isso e ainda mais).

      Eliminar

[pub]