2019/07/24

Netflix lança modalidade de €2.60 na Índia


A perda de subscritores nos EUA está a fazer com que a Netflix reforce a aposta na conquista de novos clientes no mercado internacional, começando por uma oferta a preço ultra-reduzido na Índia com mensalidade de apenas 200 rupias (2.60 euros).

Pela primeira vez em quase uma década a Netflix perdeu subscritores nos EUA, resultado atribuído às repetidas subidas de preço nos últimos anos e ao aumento do número de plataformas de streaming concorrentes (e está para breve a chegada do serviço da Disney, que também terá impacto notório). Em termos de resultados imediatos, a Netflix já perdeu cerca de 24 mil milhões de dólares no seu valor em bolsa em apenas uma semana.

Com o panorama bastante complicado nos EUA, a opção da Netflix é voltar-se para o mercado internacional, onde potencialmente será mais fácil cativar nova clientela, e começa por fazê-lo com uma nova proposta de mensalidade reduzida na Índia por apenas 2.60 euros.

No entanto este valor reduzido vem acompanhado de diversas limitações. Trata-se de um plano destinado a ser utilizado apenas em dispositivos móveis, e mais especificamente apenas num único dispositivo. Este plano permite ver apenas um único stream de cada vez, em qualidade reduzida (480p), e nem sequer permite que o conteúdo seja enviado para um televisor via casting ou screen mirror. Limitações que seriam desde logo eliminatórias para alguns clientes, mas cujo diferencial de preço poderá atrair pessoas que desde logo só pretenderiam utilizar o serviço no seu smartphone.


Em Portugal as mensalidades da Netflix começam nos €7.99 para o pacote base (1 stream, baixa-definição), €10.99 para o plano standard (2 streams, HD), e €13.99 pelo Premium (4 streams, Ultra HD).

O facto de se poder cancelar e retomar o serviço a qualquer momento permite também recorrer à táctica de pagar pelo serviço apenas quando se pretende fazer uma "maratona" para ver séries e filmes que tenham sido lançados na plataforma; e depois se suspenda o serviço por alguns meses (para não falar nos que optam por dividir a mensalidade e o acesso com três amigos, para reduzir o custo mensal).

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]