2019/08/02

As "quintas de telemóveis" que ganham dinheiro a ver publicidade


Que vos parece a ideia de ter smartphones a ganharem dinheiro quase sem intervenção humana? É a isso que se dedicam algumas pessoas, criando as suas "quintas" de smartphones em casa.

Já por cá falamos deste tipo de quintas, com as impressionantes quintas de telemóveis chinesas em escala industrial, responsáveis por inflacionar downloads e avaliações positivas de apps; ou a gerar milhões de cliques em publicidade. O que não seria evidente é que há pessoas e curiosos a replicarem este tipo de coisa em escala doméstica.

A ideia é simples: pegar numa app que possa pagar alguns cêntimos por algo como ver um vídeo publicitário... e multiplicar isso até que se comece a tornar num valor razoável. Se com um smartphone se poderia ganhar algo como 50 cêntimos por dia, se tivermos dez a fazer o serviço em paralelo isso já passa para 5 euros, e com cem já começa a tornar-se nuns tentadores 50 euros por dia.


A maioria destes curiosos começa por usar o seu próprio smartphone ou smartphones antigos que tenha nas gavetas, mas depressa o "vício" os fará procurar as melhores pechinchas que puderem encontrar, como smartphones a €10 que continuam a servir para este propósito de ver publicidade e pouco mais.

Nos tempos áureos destes sistemas (2017) havia pessoas a ganharem cerca de 2 mil dólares por mês; mas desde então as coisas têm sido complicadas por sistemas anti-fraude que começaram a controlar melhor a forma como estas coisas são feitas, para além de outras que exigem uma maior interacção nos smartphones para comprovar que é uma pessoa humana que os está a ver. Isso faz com que os sistemas de automação para ultrapassar estes requisitos se tornassem segredos bem guardados, partilhados apenas entre quem conseguir entrar em certas comunidades restritas que se dedicam a esta actividade.


Se algumas pessoas já desistiram das suas "quintas", dizendo que actualmente não justifica o trabalho extra necessário, há outros que dizem que continua a compensar - especialmente se se encontrar a "automação" certa. É preciso não esquecer que mesmo que se esteja a falar em ganhar 5 ou 10 euros por dia, isso já resulta num valor simpático ao final do mês, que poderá ser utilizado para expandir a quinta e para ajudar nas despesas mensais.

1 comentário:

  1. E eis que o admirável mundo novo da era digital não passa de uma verdadeira fantochada carregadinha de sacanices, umas mais reais e outras a parecerem assim meio virtuais.

    ResponderEliminar

[pub]