2019/08/05

Liquid vai mostrar SSD PCIe 4.0 de 24GB/s


Os fabricantes de SSDs têm-se apressado a lançar modelos que tirem partido do mais recente PCIe 4.0, mas a Liquid parece querer saltar para o topo com o seu Element LQD450 - um SSD PCIe 4.0 x16 capaz de suportar transferências de 24GB/s.

Disponível em capacidades que vão dos 6TB aos 30TB, em versões para empresas e para data centers, os Liquid Element LQD450 querem tornar-se nos SSDs de mais alto desempenho do momento, agrupando quatro controladores Phison PS5016-E16 (cada um deles suportando PCIe 4.0 x4) para criar um mega SSD em RAID.

Os resultados são impressionantes e não deixam margens para dúvidas:
  • Leitura sequencial: 24 GB/s
  • Escrita sequencial: 24 GB/s
  • IOPS de leitura aleatória: 4M IOPS
  • IOPS de escrita aleatória: 4M IOPS
  • IOPS de escrita constante: 600K IOPS
Fico curioso se, mesmo com um SSD destes num computador, que teoricamente seria capaz de ler toda uma partição completa de um sistema operativo em menos de 1 segundo; continuaríamos que ter que esperar pelo arranque do Windows ou de determinadas apps.

... Infelizmente é coisa que devido ao preço (ainda não revelado, mas seguramente não acessível ao comum dos mortais) teremos que adiar para daqui por uns anos; quando este tipo de SSDs se tornar "normal". A promessa da PS5 e futura XBox em acabarem com os tempos de espera poderá ajudar a potenciar uma transição mais rápida nesse sentido: para computadores onde não seja admissível esperar mais que algumas fracções de segundo para o que quer que seja que se queira fazer.

2 comentários:

  1. Estas velocidades são maiores que por exemplo a RAM DDR4 2400... Quanto tempo faltará para que os conceitos memória RAM / memória de massa (armazenamento) se fundam definitivamente?

    ResponderEliminar
  2. Taxa de transferencia elevada não significa necessariamente baixa latencia temporal no acesso à memória, parametro em que a memoria (x)RAM se evidencia e que é critico para um processador; de facto até as latencias das DDR sao limitativas, daí o uso de cache intermédia.

    ResponderEliminar

[pub]