2019/09/12

A inutilidade da informação das apps Android na Google Play Store


A secção de informação sobre as apps na Play Store da Google é um verdadeiro poço de surpresas, muitas vezes parecendo que está a gozar com os utilizadores.

Não é a primeira vez que me queixo disto, mas considerando que os anos vão passando e não vejo a situação a melhorar, acho que se justifica voltar a falar do assunto. O mais recente caso deu-se a propósito da app Bolo, que vai passar a suportar português e será útil para as crianças que estão a aprender a ler e escrever.

Apesar de app ainda não estar disponível para Portugal (vá-se lá perceber a lógica destas restrições geográficas, como se alguém em Portugal não pudesse ter interesse em utilizar a app para aprender inglês, por exemplo), a parte mais curiosa surge quando vamos à secção da informação adicional, para podermos ficar com uma ideia do espaço que ocupa ou da versão do Android que necessita. E aí, deparamos-nos com isto:


  • Espaço ocupado pela app: varia com o dispositivo
  • Versão do Android necessária: varia com o dispositivo

E, para cúmulo, até a própria versão actual da app "varia com o dispositivo", pelo que nem sequer podemos saber se estamos a olhar para a versão 1, versão 2 ou versão 1000 da app!

Considerando que a Google Play Store já conta com mais de uma década de evolução, seria assim tão complicado exibir informação que fosse realmente informativa? Por exemplo, apresentando algo como "tamanho varia entre 50 e 200 MB dependendo do dispositivo" ou "precisa de Android 8.0 ou 9.0 dependendo do dispositivo".

Ou será que a tarefa é assim tão complicada, que mesmo após 11 anos de Play Store, não conseguem indicar que tamanho uma app vai ter quando for instalada?

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Eia, que conclusão. Há uma grande diferença entre a inutilidade desta informação que é apresentada e a eventual inutilidade (ou não) de uma app.
      Relativamente à App Store, tem uma coisa que desde logo lhe leva a melhor: podemos estar no browser do computador, mas mandar instalar app em qualquer um dos nossos dispostivos. Na App Store, temos que mandar um email para nós mesmos, para não nos esquecermos de depois instalarmos quando estivermos com o respectivo iPhone ou iPad por perto.

      Eliminar
  2. Considero ainda mais grave a falta de informação nas actualizações. Praticamente todos os dias são propostas aos utilizadores actualizações das apps mas são raras as que divulgam as "novidades".
    Bastante conveniente para quem deve controlar a plataforma bem como para quem quer "oferecer" apps. Uns vão lançando versões com melhorias dos algoritmos para roubar a nossa informação e os outros vão-se desculpando que não sabem de nada.
    Tudo para beneficio do consumidor claro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse erro não é da Store mas sim do programador.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. A app do Facebook é sempre assim. A Google devia penalizar quem não revela o que foi alterado na app. Mas para isso era preciso contratar pessoal e não devem querer pagar...

      Eliminar
    4. A Google também faz o mesmo infelizmente. Já se tornou prática comum. :(

      Eliminar
  3. Já me dei conta disso várias vezes...

    ResponderEliminar

[pub]