2019/11/24

Garmin lança aterragem automática de emergência para aviões


A Garmin criou um sistema de aterragem autónoma para aviões, mas que por agora se destina a ser utilizado apenas em casos de emergência.

Os aviões comerciais de grandes dimensões já têm sistemas que praticamente permitem a aterragem automática se o piloto assim o entender, mas a Garmin quer trazer a mesma funcionalidade para os aviões privados mais pequenos. Com o Autoland da Garmin o objectivo é colocar no cockpit um botão vermelho de emergência que, em caso de incapacidade do piloto, possa tratar de aterrar a aeronave em segurança de forma completamente autónoma.


Quanto o sistema é activado, envia automaticamente um sinal de emergência para a torre de controlo, analisa o terreno, condições atmosféricas, nível de combustível e outros parâmetros, para determinar o aeroporto mais apropriado, e de seguida trata de tudo - incluindo a rota, altitude, pressurização da cabine, etc. até terminar com a aeronave pousada no solo em segurança. Durante todo o processo os passageiros poderão manter-se em contacto com a torre de controlo para dar e receber informação adicional.

Infelizmente, por agora é um sistema que apenas é disponibilizado para as aeronaves que têm com o sistema automático Garmin G3000 - que engloba um tímido total de: duas aeronaves; o Piper M600 SLS e o Cirrus Aircraft Vision Jet. Aeronaves que custam a módica quantia de $2.9 milhões e $2.3 milhões respectivamente, o que não será propriamente uma gama acessível à maioria dos entusiastas da aviação.

Mas pronto, é preciso começar por algum lado. Agora é só esperar que daqui por mais uns anos este seja o tipo de sistema que possa vir de série em todas as aeronaves, ao estilo do que aconteceu com o ABS e ESP nos automóveis.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]