2019/11/28

Poupa no crédito pessoal com o Compara+


A maioria das pessoas já estará familiarizada com o recurso a um comparador de preços antes de avançar com a compra de qualquer produto. No entanto, poderá não saber que existem ferramentas idênticas para lidar com outras despesas, como os serviços de telecomunicações, fornecedores de água de electricidade, e até créditos pessoais e cartões de crédito.

Embora nalguns sectores a concorrência em Portugal pareça não funcionar, com empresas a replicarem na íntegra o preçário dos concorrentes, há outros onde funciona e onde um comparador de serviços como o Compara+ (https://www.comparamais.pt/) pode revelar diferenças substanciais entre diversas ofertas. Por exemplo, imagine-se o caso de alguém que precisa de um crédito pessoal de 5000 euros a pagar em 24 meses. Em vez de andar a percorrer todos os bancos e instituições de crédito, tentar descobrir os simuladores em cada um deles, e repetidamente introduzir os valores e prazos que pretende, poderá muito mais rapidamente e de uma só vez obter uma lista com o valor que irá pagar mensalmente em todos eles.

Neste processo, descobrirá que entre a proposta mais vantajosa e a menos vantajosa existe uma diferença de quase 20 euros mensais, que no final dos 24 meses representaria um total de quase 480 euros! Ou seja, seriam 480 euros poupados por conta de um simples comparativo, fácil de fazer, de forma praticamente instantânea. No caso de uma simulação para 10 mil euros a diferença praticamente duplica, com valores a irem dos 448 euros mensais (para o mínimo) aos 484 euros mensais (para o máximo), resultando numa diferença mensal de 36 euros que totalizariam 864 euros no final dos dois anos.


É certo que este comparador não engloba todos os serviços existentes, ou condições especiais que certas pessoas poderão ter nos seus próprios bancos por acumularem serviços. Mas ainda assim, permitirá ficar com uma boa excelente referência dos valores de mercado praticados pelas diversas entidades e serviços. No mínimo, será útil para nos dar uma ideia dos valores que poderemos usar como filtro para eliminar desde logo os serviços "sem interesse", e permitir que cada pessoa foque as suas atenções naqueles que serão mais vantajosos.

A simplicidade e facilidade de utilização significa também que este serviço se pode / deve tornar num ponto de passagem obrigatório de forma regular, para validar se os serviços que mantemos se mantêm os mais adequados. Não haverá pior sensação do que descobrir que passamos o último ano a pagar demasiado por um serviço que poderíamos ter obtido por um valor mais reduzido (nos casos em que não temos que lidar com fidelizações e temos acesso a serviços concorrentes).

Considerando que estamos a falar de informação que é apresentada de forma imediata, sem exigência de registos ou quaisquer outras informações, é o tipo de ferramenta que convém divulgar e utilizar sempre que se seja apropriado, tal como fazemos com os comparadores de preço antes de finalizar qualquer compra. Só que neste caso, em vez de uma compra de produto, estamos a falar de coisas como: pedidos de crédito pessoal, adesão a cartões de crédito, subscrição de serviços de telecomunicações, ou ainda ainda serviços de fornecimento de gás ou electricidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]