2020/01/29

Philips desenvolve sistema anti burn-in nas TVs OLED


Os televisores OLED já evoluíram imenso em termos de resistência ao "burn-in", mas a Philips está a preparar um sistema que promete reduzir ainda mais esse risco, removendo os logotipos dos canais e outros tipos de conteúdos que possam originar desgaste excessivo.

Quem fizer uma utilização diversificada do seu televisor não tem que se preocupar com o burn-in num ecrã OLED; nem mesmo se decidir ficar a jogar um mesmo jogo durante várias horas (desde que não o faça 24h por dia, 7 dias por semana). Ainda assim, continuam a existir situações que poderão causar a retenção de imagem num OLED, provocados por canais que mantenham um logotipo estático com cores intensas permanentemente no mesmo local; ou canais que mantenham barras informativas permanentes em secções do ecrã.

A Philips está a criar um sistema que será capaz de reconhecer esse tipo de conteúdos e modificá-los para reduzir o risco de burn-in. No caso dos logotipos o sistema será capaz de os detectar e reduzir significativamente a sua luminosidade, para não causarem problemas; e também as barras informativas serão detectadas e alvo da aplicação de alguns efeitos que permitem poupar os pixeis.


Os primeiros televisores com este sistema anti-burn-in só deverão surgir no mercado mais para o final do ano ou em 2021, mas a Philips refere que a funcionalidade poderá também chegar a televisores já no mercado através de uma actualização do firmware.



4 comentários:

  1. Os OLED da LG já há alguns anos que reduzem o brilho de logotipos e outras imagens paradas no ecrã por X tempo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yep, LG faz o mesmo!

      Eliminar
    2. Se a LG que é o fabricante dos painéis e TV OLED não consegue eliminar as deficiências dos OLED nesta questão, não vai ser a Philips com mais do mesmo que alterará isso. É um defeito da tecnologia que não terá solução via software.

      Uma TV para canais de TV ou jogos não pode ser OLED , senão mais cedo ou mais tarde terá este problema; quem usa a TV só para ver séries/ filmes por streaming/ blu-ray ou NAS então vai bem com uma OLED; de resto é preferível uma QLED ou similar e fica -se sem preocupações. Até as MicroLED estarem aí e a preços bons, só mesmo QLED. OLED só no smartphone...

      Eliminar
    3. Tem um teste de burnin da RTINGS..,o a informações do jornal,do futebol,até a imagem do apresentador do jornal,causa burnin ...

      Eliminar

[pub]