2020/02/02

Hyperjuice lança carregador GaN de 100W


A Hyperjuice é uma empresa que se tem dedicado ao desenvolvimento e comercialização de carregadores e hubs para equipamentos portáteis. Depois do seu powerbank de 99Wh lançado em 2018, avança agora com uma carregador compacto de parede que pode fornecer até 100W.

Este novo carregador destaca-se pelo facto de recorrer ao gallium nitride (GaN) na sua constituição, matéria prima que é mais eficiente que o silício, suportando tensões mais elevadas. Esta vantagem possibilita o desenvolvimento de equipamentos mais compactos, factor sempre importante quando se trata de mobilidade. Interessante ainda o facto de a marca incluir adaptadores para as tomadas mais comuns a nível internacional. Não é uma opção tão eficiente como a disponibilizada para os EUA, com ficha embutida no corpo, mas acaba por ser uma solução prática para quem viaja com regularidade.

Principais características:
  • Dimensões: 85.3 x 60.8 x 28.9mm
  • Peso:208g
  • Entrada: AC 100-240V 50/60Hz 2.4A
  • Potência máxima de carregamento: 100W
  • Portas: 2 x USB-C e 2 x USB-A
    • USB-C1: 100W Power Delivery 3.0, 5~15V/3A, 20V/5A
    • USB-C2: 100W Power Delivery 3.0, 5~15V/3A, 20V/5A
    • USB-A1: 5/10/12W, 18W Quick Charge 3.0, 5V/3A, 9V/2A, 12V/1.5A
    • USB-A2: 5/10/12W, 18W Quick Charge 3.0, 5V/3A, 9V/2A, 12V/1.5A

Os 100W vão dividir-se pelas quatro portas, ficando as duas USB-C com 50W cada quando utilizadas em simultâneo. No caso de se utilizarem as quatro portas em simultâneo, as portas USB-C ficarão limitadas a 38W e as USB-A a 12W.


Para muitos portáteis com carregamento via USB-C, isto significa que não vão poder utilizar as outras portas enquanto estiver a decorrer o carregamento, sendo esta uma limitação dos portáteis e não do carregador. No caso dos smartphones, haverá ainda que contar com o facto de este carregador não ser compatível com os sistemas de carregamento rápido utilizados pela Samsung, Huawei e OnePlus, pelo que os smartphones não vão conseguir tirar o máximo partido deste carregador da Hyperjuice.

A marca lançou duas campanhas, uma no Kickstarter e outra no Indiegogo, estando as mesma prestes a terminar. O preço estava na casa dos 60€, ao que se teria de somar o transporte e taxas de alfândega, com o valor final a não ficar muito distante do 99€ previsto para a comercialização do produto.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]