2020/02/19

Político indiano usa tecnologia deepfakes para chegar a mais eleitores


Um político indiano recorreu à tecnologia deepfake para fins legítimos, facilitando a criação de vídeos falados em múltiplas línguas e idiomas para chegar a mais eleitores.

Quando se fala de deepfakes pensa-se imediatamente em utilizações ilegítimas, como criar vídeos pornográficos com rostos de celebridades, ou de colocar políticos ou figuras públicas a dizerem coisas que não disseram. No entanto, essa mesma tecnologia pode ser usada para fins válidos e perfeitamente legítimos, como aqui aconteceu.

Este candidato indiano recorreu à tecnologia deepfake para criar vídeos em que fala múltiplas línguas e idiomas.

Com 22 línguas oficiais reconhecidas e centenas de idiomas, é praticamente impossível que qualquer pessoa consiga fazer chegar a sua mensagem a todas as pessoas na Índia. Com a tecnologia deepfake, torna-se relativamente fácil fazer com que o vídeo de um candidato seja rapidamente transposto para qualquer língua que se deseje - mesmo línguas que não sejam faladas pelo candidato.

Claro que com isto se relembra o risco da facilidade com que seria fácil deturpar ou colocar palavras completamente opostas na boca de qualquer candidato, mas isso seria um risco já existente. Ao menos assim, vemos um uso positivo para essa tecnologia.





1 comentário:

[pub]