2020/04/03

Galaxy S20 com retoma garantida de 50% após 2 anos

É cada vez mais difícil convencer os consumidores a trocarem de smartphone a cada um ou dois anos, motivo que leva a Samsung a tentar tornar o processo mais apelativo com um valor garantido de retoma (por agora apenas nos EUA) após dois anos, de 50% para os Galaxy S20.

Longe vão os tempos em que muitas pessoas se davam ao luxo de trocar de smartphone a cada ano, para o novo modelo da sua marca preferida. Actualmente, o hardware dos smartphones é suficientemente bom para poder ser mantido por vários anos sem que se torne numa "arrastadeira", e para isso também contribuiu o aumento dramático do preço dos modelos topo de gama (noutros tempos custavam 500 euros, actualmente podem custar mais do dobro!)

Isso tem levado os fabricantes a procurarem formas de incentivar trocas mais frequentes de smartphones, e a Samsung avança com um programa de retomas para os Galaxy S20 nos EUA.


Este programa garante um valor de retoma de 50% para os Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra, passados dois anos - desde que estejam em boas condições.

Também como seria de esperar, o valor de retoma é dado em crédito para a compra de um novo smartphone Samsung, ou tablet. E, pelo menos, é feito de forma bastante confortável para o cliente: com o novo modelo a ser enviado para o utilizador, que assim pode efectuar a transferência dos dados do seu S20 para o novo modelo, e só depois proceder à sua devolução.


Como sempre, este tipo de programas só se torna atractivo se o valor da retoma foi próximo do valor de mercado dos usados; mas tem a vantagem de eliminar todas as incógnitas das "vendas" para quem não se quiser chatear com isso.

3 comentários:

  1. Tudo é para o mercado dos EUA. O resto é lixo para a samsung. A Europa nem devia comprar nenhum s20, a começar pelo processador que na europa é 20% inferior ao dos EUA.
    Vergonha esta samsung com os topos de gama da marca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já começam os fantasmas nessas cabecinhas... enfim!

      Eliminar
  2. Quando estou a desfrutar da minha LG OLED 55", penso muitas vezes como é que há pessoal a dar o mesmo por um telemóvel?
    Ah e tal, é para trabalhar. Tretas.

    ResponderEliminar

[pub]