2020/05/07

Lexus UX 300e chega com bateria para 1 milhão de quilómetros


Depois de ter andado durante décadas a insistir nos híbridos, a Lexus lança finalmente o seu primeiro carro 100% eléctrico, o UX 300e, que chega com autonomia para mais de 300 km e garantia de bateria para 10 anos ou 1 milhão de quilómetros.

O Lexus UX 300e é alimentado por uma bateria de alta capacidade de 54.3kWh com uma autonomia eléctrica de 400 km no ciclo NEDC / mais de 300 km em ciclo WLTP. Para garantir um baixo centro de gravidade a bateria de iões de lítio, com 288 células, está localizada sob o piso do habitáculo e do banco traseiro, permitindo proporcionar o espaço e versatilidade esperados de um crossover urbano.

Vários sensores monitorizam a tensão de cada célula e cada bloco da bateria, bem como a temperatura das células da bateria, contando com um sistema de arrefecimento que usa ar arrefecido pelo ar condicionado, complementado com um sistema de aquecimento da bateria para lidar com o impacto do frio na autonomia eléctrica.



Como demonstração da confiança da marca na sua tecnologia, a Lexus oferece uma garantia de 10 anos (ou 1.000.000 km) que cobre defeitos funcionais da bateria deste Lexus 100% eléctrico e a degradação da capacidade da bateria abaixo de 70% (degradação idêntica à da garantia dada pela Tesla). Além da garantia da bateria, o UX 300e em Portugal conta com uma garantia de 7 anos (ou 160.000 km) respeitante a outros componentes que não a bateria de propulsão, à semelhança do que acontece com os restantes modelos da marca.

O sistema propulsor do UX 300e conta com um motor/gerador eléctrico de 150 kW (204 cv) que acciona as rodas dianteiras, oferecendo uma velocidade máxima de 160 km/h e 0-100 km em 7.5 segundos.

O Lexus UX 300e tem lançamento previsto em Portugal para o primeiro trimestre de 2021, ainda sem preço de referência anunciado.

3 comentários:

  1. 54.3kWh ? É mesmo justinho ...
    Em auto-estrada deve dar para pouco mais de 250km, pouquinho mesmo...

    ResponderEliminar
  2. Uma pena que sera pra poucos terráqueos!!!

    ResponderEliminar

[pub]