2020/07/22

Google Chat, Meet, e Gmail mais seguros


A Google anunciou uma série de novas medidas para reforçar a segurança dos seus serviços, incluindo o Google Chat, Meet, e também o Gmail que passará a contar com icons validados para as contas devidamente autenticadas.

No Gmail, a Google quer facilitar o processo de identificar emails de phishing com o seu BIMI (Brand Indicators for Message Identification). Este é um sistema que irá apresentar os logotipos das empresas respectivas que utilizem a autenticação DMARC para validar os seus emails. Para os utilizadores, se virem uma mensagem que diz ser de uma determinada empresa, mas não apresentar o logotipo como os emails legítimos dessa empresa, será um sinal bem visível para que suspeitem.


Mas estas novas medidas de segurança da Google não se ficam por aqui. No Google Meet os utilizadores que forem expulsos não poderão voltar a entrar nas videoconferências a não ser que recebam um novo convite expresso do organizador; e alguém que tente insistentemente pedir para entrar numa chamada ficará também bloqueado de fazer novos pedidos. Também será possível limitar que participantes podem usar o chat e as apresentações, para bloquear a utilização indevida destas funcionalidades.

E por fim, no Google Chat, passamos a ter a verificação de links via Safe Browsing para limitar a partilha de links maliciosos; detecção de spam melhorada (por exemplo, contas que tentem fazer convites excessivos que sejam recusados); e também a possibilidade de reportar e bloquear chat rooms que se considerem ser maliciosas.

Há ainda novidades a nível do que podem fazer os administradores de contas G Suite, mas que já ficam fora do âmbito das coisas que serão visíveis directamente pelos utilizadores.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]