2020/07/20

TSMC testa chips de 3nm em 2021 para lançamento em 2022


A TSMC diz que os seus planos de evolução (leia-se: redução) dos chips estão a correr como planeado, testando a produção de chips de 3nm já no próximo ano, para avançar com a produção em larga escala em 2022.

Depois de muitos anos a pensar-se como é que se iria manter a redução dos chips, com elementos cujas dimensões cada vez mais reduzidas começam a aproximar-se do tamanho dos próprios átomos, vários fabricantes parecem ter encontrado a fórmula certa e acelerado nessa mesma redução. Em tempos pensava-se que seria impossível baixar da produção de chips em 14nm, mas não só esse limite já foi superado, como actualmente temos chips como o Apple A12, ou o Snapdragon 875, ou os Ryzen 4000 da AMD, a serem produzidos em 7nm.

Para este ano espera-que os novos Apple A13 tirem partido do processo de 5nm da TSMC, e em 2022 poderá ser dado novo salto para o processo de 3nm. Uma evolução que poderá vir mesmo a calhar para a transição da Apple para os seus próprios chips para os Macs, que poderá combinar a melhor eficiência dos seus chips feitos por medida, com a máxima eficiência do melhor processo de produção de chips disponível.

A passagem do processo de 5nm para 3nm permitirá ter uma densidade de componentes 15% maior, com poupança de energia de até 25% e melhoria no desempenho de 15%. E, para que se tenha noção, 3nm já é algo equivalente a algo como 15 átomos de silício... pelo que se pode imaginar a incrível façanha de engenharia que é produzir milhões de chips, com milhares de milhões de transístores cada um, a esta escala.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]