2020/08/31

Samsung inicia produção de chips 16Gb LPDDR5 em 10nm

A Samsung anunciou que já deu início à produção de chips de memória LPDDR5 de 16Gb, que são os primeiros a darem uso ao processo 1z de 10nm.

Estes são os primeiros chips de memória a serem produzidos em volume utilizando um processo EUV (Extreme Ultra Violet), acompanhando o que tem sido feito para outros tipos de chips. Com este avanço bastará utilizar 8 destes chips para criar um módulo de 16GB para as próximas gerações de smartphones e tablets, e que poderá suportar transferências de 51.2GB/s. Para além disso, com maior eficiência e num módulo 30% mais fino que os anteriores, o que será bastante atractivo para todos os fabricantes que estão sempre a tentar reduzir a espessura dos seus equipamentos.

A Samsung também aproveitou a ocasião para promover a linha de produção onde irá fazer estes chips - Pyeongtaek Line 2 - que é a maior da actualidade, com uma área de cerca de 130 mil metros quadrados (cerca de 16 campos de futebol) e que se dedicará à produção de chips de memória usando a tecnologia mais avançada, começando por estes chips RAM mas no futuro expandindo-se também aos chips de memória flash V-NAND.

Uma coisa é certa; podemos começar a preparar-nos para que os smartphones e tablets topo de gama de 2021 venham com 16GB de RAM.

2 comentários:

  1. Estas RAM estão pensadas para portáteis e outros dispositivos portáteis de alta performance. Os telemóveis já há muito que não trazem aumentos de velocidade palpáveis, só em benchmarks. Eu do meu S8 ao meu S20 Ultra pouco noto, salvo em modo DeX.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste caso, são mesmo destinados a smartphones e tablets.
      "... the new 16Gb LPDDR5 boasts the highest mobile memory performance and largest capacity to enable more consumers to enjoy the full benefits of 5G and AI features in next-generation smartphones."

      Eliminar

[pub]