2020/08/10

Toshiba abandona os portáteis


A Toshiba abandonou a sua presença no segmento dos portáteis, vendendo o resto da sua participação na Dynabook à Sharp, que já detinha a maioria dessa divisão há vários anos.

Tal como outros fabricantes, a Toshiba também sai do mercado dos portáteis, mas neste caso sendo um marco importante, pois não só coloca um ponto final numa linha que mantinha há 35 anos, como adquire um toque especial por a marca ter sido a primeira a criar aquele que é considerado o primeiro portátil comercial - o T1100 - em 1985.


Infelizmente era um desfecho que já se esperava. Há dois anos a Toshiba vendeu 80.1% da sua divisão de produção de PCs à Sharp, que lhe trocou o nome para Dynabook. Desde então que a participação da Toshiba no segmento era meramente simbólica, e agora dá-se mesmo o corte por completo, com a Sharp a adquirir os restantes 19.9% que faltavam para ficar com a totalidade da Dynabook.

Da próxima vez que virem um portátil Dynabook, em vez de o associarem à Toshiba, deverão considerá-lo um Sharp - como aliás já deveria ser feito desde a criação dessa marca.

7 comentários:

  1. 80,1% + 19,1% = 100%
    Give this guy a prize, pls ahahhah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui somos nós a dar prémios aos leitores semanalmente, mas obrigado de qualquer forma por alertares para o erro; está corrigido.

      Eliminar
  2. Pena, tive um durante muito tempo, era uma máquina de guerra.

    ResponderEliminar
  3. Comprei um recentemente e relativamente a funcionalidades da bios continua a ser incrivel, e um potatil de qualidade excelente. Tenho um da altura em que ainda era toshiba e continua a trabalhar de forma impecável. Excelente mesmo era se a integração com linux fosse mais suave mas não se pode ter tudo

    ResponderEliminar
  4. No local onde trabalho, temos um velhinho Toshiba com MS-DOS que ainda está ao serviço. ;)

    ResponderEliminar

[pub]