2020/10/20

Bots no Telegram despem mulheres com deepfakes

O DeepNude pode ter sido encerrado, mas serviços idênticos multiplicam-se no Telegram com bots capazes de despir qualquer pessoa por poucos cêntimos.

A tecnologia Deepfake permite manipular imagens com grande facilidade, e não demorou para que fosse utilizada para tirar a roupa a mulheres, ou aplicar rostos de outras pessoas em vídeos para adultos. Surgiu até um serviço chamado DeepNude que facilitava o processo de tirar a roupa a qualquer foto que se enviasse, e que mesmo tendo encerrado por opção própria, deu origem a uma legião de serviços idênticos.

No Telegram, proliferam os bots que permitem fazer aquilo que o DeepNude fazia, bastando um simples pedido para remover as roupas de qualquer pessoa. Um pedido e um pagamento, claro, já que a maioria destes bots não faz o trabalho por caridade, e disponibilizam modalidades pagas para quem não quiser ficar limitado às amostras gratuitas.

Nestes canais realizam-se até inquéritos para saber o que os "clientes" mais querem fazer; e segundo um deles, mais de 60% querem usar estes serviços para "despirem" mulheres que conhecem na vida real; e só 16% dizem querer aplicá-lo a celebridades.

Infelizmente, é um daqueles casos em que se torna inevitável que uma ferramenta possa ser usada para fins "impróprios", e onde será praticamente impossível impedir que isso continue a ser feito. A mesma tecnologia subjacente à criação destes deepfakes é a mesma que permite que um vídeo gravado por uma actor numa língua possa ser recriado com ele a falar noutra língua, ou trocar-lhe o rosto, ou trocar-lhe a roupa. E, como comprovado pelo imenso sucesso dos sites para adultos, vai sempre haver procura para um serviço que satisfaz a curiosidade de ver alguém sem roupa... mesmo que na verdade apenas esteja a ver pixeis manipulados.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]