2020/10/03

DARPA quer foguete nuclear para chegar à Lua


A DARPA está a promover o desenvolvimento de um foguete com propulsão nuclear, por agora destinado a agilizar as viagens até à Lua, mas que no futuro poderá facilitar a ida até Marte.

Por agora a DARPA pediu a uma empresa que criasse um sistema que demonstre a validade deste método de propulsão, que na realidade recorre a um reactor nuclear apenas para efeitos térmicos (como acontece nas centrais nucleares), naquilo que é designado por NTP (nuclear thermal propulsion) system.

A ideia é usar a energia gerada pelo reactor nuclear para aquecer hidrogénio a temperaturas ultra-elevadas, e ejectar o gás para empurrar a nave. Esta tecnologia consegue obter uma taxa impulso/peso 10 mil vezes superior à de sistemas de propulsão eléctricos, e uma eficiência no uso dos gases de propulsão duas a cinco vezes superior à dos foguetes químicos.

As implicações a nível de exploração espacial seriam imensas, permitindo reduzir consideravelmente os tempos de viagem até Marte, e consequentemente a dose de radiação a que os astronautas estariam expostos durante a viagem. Mas por agora, será primeiro necessário validar a tecnologia, e começar com passos mais pequenos, como o que Armstrong deu na Lua.

3 comentários:

  1. O Dyson pai tinha uma proposta de propulsão nuclear, não me lembro de detalhes mas acho que implicava literalmente explosões.

    ResponderEliminar
  2. Não é nada de novo, estes projectos foram sempre metidos na gaveta devido ao perigo que pode causar caso exploda na atmosfera.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mais ou menos, desde as Voyager até à falecida Cassini (a título de exemplo) que se faz uso de plutónio para "alimentar" as mesmas! ;0)

      Eliminar

[pub]