2020/10/18

Renault revela Dacia Spring eléctrico de 10.000€

A Renault parece querer acelerar a adopção dos carros eléctricos nos segmentos mais económicos, e para isso propõe um Dacia Spring eléctrico com preço imbatível de 10 mil euros.

Não há qualquer motivo para que os automóveis eléctricos sejam mais caros que os automóveis com motores a combustão, infinitamente mais complexos de produzir, e com o Spring eléctrico (em tudo idêntico a um Duster) a Renault / Dacia parece finalmente começar a demonstrá-lo, já que mesmo com características modestas, terá um preço de apenas 10 mil euros! Para referência, o Duster com motor a combustão tem preço a começar nos 14 mil euros cá em Portugal.

Obviamente que não se podem esperar milagres, e por este preço temos um carro com motor de apenas 33kW e uma bateria de 26.8 kWh, mas que ainda assim permitem percorrer 225 km (WLTP), ou ainda mais no seu terreno preferencial, em circuito citadino, com 295 km (WLTP City).

A Renault diz que o Spring eléctrico estará disponível já na Primavera de 2021, e resta-nos esperar que o seu preço final em Portugal não seja demasiado inflacionado face ao valor indicado.

34 comentários:

  1. por 10mil€ com essa autonomia compro já 2

    ResponderEliminar
  2. Milagres*

    Bom preço...vamos esperar para ver o que é que dá.

    ResponderEliminar
  3. Fiquei confuso, todos os artigos que li até hoje falam deste modelo como sendo o Dacia Spring. Neste artigo é nomeado Dacia Duster, nas as fotos vemos Dacia Spring, foi erro não foi?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, inicialmente vi a notícia com fonte dos EUA, assumi que fosse o nome do Duster por lá. Mas afinal parece que será mesmo Spring também deste lado do Atlântico. Já rectifiquei. :)

      Eliminar
    2. E é similar ao Sandero, não ao Duster.

      Eliminar
  4. A este preço, para citadino, marca europeia , acredito q va ter sucesso. Tb compro.

    ResponderEliminar
  5. A este preço, para citadino, marca europeia , acredito q va ter sucesso. Tb compro.

    ResponderEliminar
  6. A este preço, para citadino, marca europeia , acredito q va ter sucesso. Tb compro.

    ResponderEliminar
  7. O motor é bem fraquinho, podiam por como o meu de 90cv que dá e sobra... Com um pouco mais de bateria que o meu percorre bem mais km, o que prova a eficiência. Vejamos também é o carregador que vem com o carro, se eles pouparam ou não nisso...

    ResponderEliminar
  8. 10000 + Isv + Iva + taxas de importação + custos administrativos + aluguer/compra de bateria + impostos + comissões...no fim das contas vai custar acima dos 18.000, no mínimo. É uma questão de fazer contas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carros a baterias não tem ISV. O resto sim, pode dar um empurrão no preço base.

      Eliminar
    2. Com esse preço já não compro. Se o equivalente a gasolina custa 14mil o elétrico tem de ser em média 5/4 mil mais barato é muito mais simples de fabricar

      Eliminar
    3. José Duarte, o custo das baterias é (ainda) muito alto. Daí que os veículos elétricos sejam mais caros que os equivalentes a combustão, sendo mais perceptível nos modelos de gamas mais baixas. Felizmente, esse custo tende a baixar rapidamente.
      O software também é mais complexo, por exemplo pela necessidade de controlar a temperatura das baterias, em andamento e em carga. A produção e desenvolvimento não são assim tão simples.

      Eliminar
  9. Vamos esperar para ver, parece interessante, se for assim lá vai o meu velhinho a gasóleo, para bem do ambiente que tanto precisa destas pequenas ajudas.

    ResponderEliminar
  10. O aluguer de bateria na Dacia/Renault já não existe, ninguém quer...

    Resposta da Dacia (transcrição integral) :
    "início de comercialização do 1º modelo elétrico da Dacia, o Spring, está prevista para o 3º Quadrimestre de 2021.

    Estimamos que as encomendas deste modelo possam começar a ser feitas entre os meses de Junho e Julho 2021, só neste período é que poderá obter todas as informações inclusive o valor."

    ResponderEliminar
  11. Fala-se em valores reais de 15mil de venda e depois talvez haja apoio/incentivo do estado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O incentivo é de 3000€, desde que consigas ter direito ao mesmo, pois, salvo o erro, o limite máximo é de 900 viaturas/ano

      Eliminar
    2. Por esse preço já não compro

      Eliminar
  12. E a qualidade? Regra geral só se olha para o preço,mas não há milagres. Tem-se aquilo que se paga.

    ResponderEliminar
  13. E já sabem quanto o Costa vai por de imposto para sustentar a função publica

    ResponderEliminar
  14. Os 10000€ será preço chave na mão?

    ResponderEliminar
  15. Parece-me que o preço indicado é puramente especulativo. Ao que sei nada foi indicado

    ResponderEliminar
  16. Esse preco tambem ja foi apontado para a Alemanha .... Penso que a Dacia consegue bem esse preco.... nao e preciso ir mais longe... no pais onde estou ( suica ) o Dacia Sandero era vendido a bem pouco tempo por 7999 CHF !!! Mais nenhuma marca oferecia algo a este preco!

    Por falar em Dacia, vejam tambem o novo Dacia Sandero.... design 5 estrelas e de low cost, apenas tem o preco....

    e o novo motor TCE 100 com caixa de 6 velocidades, vai dar muito que falar tambem.

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Acredito quando chegar stand com 10 mil euros e puder sair de lá com um. Até lá...

    19/10/20 18:15

    ResponderEliminar
  19. Ainda não vai ser em 2021 que teremos carros elétricos a 10k euros. Nem 14k... Oxalá assim fosse.
    Seja como for, o mundo precisa de baixar os índices de poluição rapidamente, pelo que todos devem fazer um esforço para optar por um veículo elétrico (novo ou usado, carro ou mota). Isto se não der para se deslocar a pé ou de bicicleta, claro... E dentro das possibilidades financeiras de cada um.

    ResponderEliminar
  20. Cuidado em Portugal o valor vai subir e muito... Mesmo assim reservo 1🤣

    ResponderEliminar

[pub]