2020/11/12

MacBook Air com M1 supera MacBook Pro com CPU Intel

Os primeiros benchmarks do novo MacBook Air com chip M1 da Apple confirmam aquilo que se suspeitava: que é mesmo mais rápido que os MacBooks com CPUs da Intel.

Tudo apontava para que o M1 fosse mais rápido que os CPUs Intel, tal como a Apple tinha referido; e agora começam a surgir benchmarks do novo MacBook Air que - se se vierem a comprovar serem verídicos - mostram a disparidade a favor do chip da Apple.

Segundo este resultado no Geekbench, o MacBook Air com M1 atinge 1687 pontos em single-core e 7433 pontos em multi-core. Resultados que não só superam o MacBook Pro com um Intel Core i5 de 10ª geração (i5-1038) que se fica pelos 1277 e 4246 pontos, como também o MacBook Pro com Intel Core i9, que obtém 1096 e 6870 pontos.

E será preciso ter em conta que este resultado se refere ao MacBook Air que não tem ventoinha, e que os resultados obtidos pelo M1 no Mac Mini e no MacBook Pro, ambos com ventoinha, serão ainda melhores.

3 comentários:

  1. “ E será preciso ter em conta que este resultado se refere ao MacBook Air que não tem ventoinha, e que os resultados obtidos pelo M1 no Mac Mini e no MacBook Pro, ambos com ventoinha, serão ainda melhores.” Não segundo estes resultados, ou então estou a ver qualquer coisa mal, não entendi... https://www.macrumors.com/2020/11/11/m1-macbook-air-first-benchmark/

    ResponderEliminar
  2. E a Nvidia o que terá a ver com isto... então ela não comprou ARM? A Apple terá sempre que negociar com a Nvidia por cada chip Arm produzido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os fabricantes de hardware ARM, pagam à ARM (agora Nvidia/ARM) uma percentagem por cada chip produzido. A percentagem é variável, depende se é tecnologia da primeira geração, que até pode ser gratuita, ou da última, disponibilizada pela ARM.
      A Nvidia comprometeu-se a manter a neutralidade das licenças ARM, ou seja, cobra o mesmo, independentemente do fabricante.

      Quanto aos SoCs da Apple, se a tecnologia que licenciou à Apple e que é usada no M1 for a mesma que usada nos SoCs do iPhone e iPad, cobra o mesmo.
      Os desenvolvimentos nos SoC feitos pela Apple que vão além da tecnologia licenciada pela ARM pertencem à Apple.
      A Apple não precisa de negociar com a ARM cada vez que cria um novo SoC, que acrescenta tecnologia da Apple à da ARM e outros.

      Eliminar

[pub]