2020/12/29

Xiaomi Mi 11 lançado na China a 1 de Janeiro

A Xiaomi já revelou o seu novo Mi 11, que estreia o Snapdragon 888 e será lançado na China a 1 de Janeiro.

Ainda não foi desta que a Xiaomi adoptou uma câmara frontal invisível, mas acho que isso não será elemento impeditivo. O novo Mi 11 vem com um ecrã AMOLED de 6.81" (3200x1440) a 120Hz, com touch a 480Hz, um CPU Qualcom Snapdragon 888, 8GB ou 12GB RAM, 128GB ou 256GB UFS 3.1, câmaras de 108MP + 13MP wide + 5MP macro, câmara frontal de 20MP em furo no ecrã, bateria de 4600mAh com carregamento a 55W (wireless a 50W, reverse wireless a 10W), 5G, WiFi 6, BT 5.2, NFC, IR, USB-C, e MIUI 12.5 com base em Android 11.

O MIUI 12.5 aposta na optimização do sistema (a Xiaomi não resistiu a compará-lo com o iOS) e na redução de apps que vêm pré-instaladas, que passam a ser apenas 9 - menos que as que vêm de origem no iOS (11 apps), e muito menos das que encontramos em sistemas como a EMUI, Color OS, Funtouch OS e Flyme, que podem chegar às 20 apps.

O Mi 11 começará a ser comercializado na China a 1 de Janeiro, com preço de 500 euros para o modelo base com 8GB+128GB, e 590 euros para o de 12GB+256GB. O facto da Xiaomi parecer não ter investido demasiado nas câmaras faz também suspeitar que ainda se possa vir a ter um Mi 11 Pro que reforce essas capacidades.

9 comentários:

  1. Mi11PRO?, espero sinceramente que sim e que consigam trazer algo muito mais elegante do que esse módulo horroroso de câmera desenhado (inspirado na maçã) para o Mi11.

    A Xiaomi tem qualidade mais do que suficiente para parar de se comparar com os demais, mas enfim, em todas as apresentações parece ser o padrão.

    Felizmente estão no caminho certo quanto à sua UI. Errita-me não conseguir (ainda) desinstalar app's nativas livremente, mas também é verdade que (depois de perder umas horinhas iniciais) nenhuma app da MiUI me perturba na utilização do equipamento.
    Estão todas "ocultas e sem atividade", assim como a publicidade nos menus do sistema (que tanta gente se queixa) e que pode ser facilmente eliminada.
    Diga-se contudo que considero bastante úteis as app's nativas de gravação de áudio e gravação de ecrã do sistema MiUI.

    A ver vamos se o hipotético Mi11PRO surpreende ao nível do que a Xiaomi costuma fazer... :)

    ResponderEliminar
  2. Pelo que percebi foi dito que o telemóvel não trás carregador por razões "ecológicas" mas quem o pedir a Xiaomi oferece sem qualquer encargo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi o Pai Natal que disse?
      Este Mi carrega a 55W em em menos de 1 hora (e a 5W em algumas horas).
      Que carregador a Xiaomi oferece ao certo? Um que as pessoas já têm e não precisam de outro (que é sempre pago, ninguém oferece nada)? Ou o de 55W?
      Não faz sentido que o carregador que cada um queira (ou não queira, porque não precisa) seja comprado à parte?

      Eliminar
    2. Duvideodo mas que raio de maneira de conversar e esta? Tem algum problema com as opiniões dos outros???
      https://mobile.twitter.com/gizmochina/status/1343554939235155968/photo/1

      Eliminar
    3. Não se trata de uma opinião mas de um facto - vender ao mesmo preço sem carregador ou com um carregador de 50W.
      Continuo a achar uma história do Pai Natal, mas pode haver a possibilidade de a Xiaomi querer um golpe publicitário: “A Apple e a Samsung vendem sem carregador, quem quiser compra-o à parte, mas nós damo-lo pelo memo preço a quem o pedir”.
      Como sistema, vender um smartphone ao mesmo preço com carregador e sem carregador não faz qualquer sentido.
      O correto é sem carregador ser mais barato e quem quiser compra o carregador que lhe interessa - ou não compra porque não precisa.

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  3. Não troco o meu Mi10 Pro por este...

    ResponderEliminar
  4. Fariam melhor atualizar os sistemas em vez de andar a lançar modelos uns atrás dos outros e depois ficarem para desatualizados por falta de atualizações ao miui. Para mim, chega. Vou virar-me para a Apple e o seu iPhone.

    ResponderEliminar

[pub]