2021/01/08

Boeing multada em 2.5 mil milhões de dólares

O pesadelo da Boeing não tem fim à vista, com a empresa a ser condenada por conspiração e a ter que pagar uma multa de 2.5 mil milhões de dólares por ter mentido à FAA.

A Boeing foi condenada por ter feito declarações enganadoras e dito "meias-verdades" durante o processo de investigação dos problemas dos Boeing 737 Max, onde a decisão de poupar nos sensores fez com que o avião deixasse de ter a redundância necessária e ficasse sujeito a leituras erradas com consequências potencialmente catastróficas - com os sensores adicionais a serem disponibilizados apenas como "extra opcional" pago.

A Boeing já tinha anunciado a criação de um fundo de 100 milhões de dólares para as famílias das 346 pessoas que morreram no acidentes, mas esta multa vem demonstrar que esse valor era insuficiente. Destes 2.5 mil milhões que a Boeing foi condenada a pagar, 500 milhões irão para um fundo para os familiares das vítimas, 1.77 mil milhões irão para as companhias aéreas que usavam estes aviões, e 243 milhões serão para penalização criminal.

Ainda assim, tudo é relativo. A Boeing facturou cerca de 100 mil milhões de dólares em 2018 e teve um lucro de 12 mil milhões nesse mesmo ano, pelo que esta multa representa dois meses e meio de lucros - um valor bastante comportável. Por isso, e pela ausência de condenados com responsabilidade criminal, há quem diga que esta multa acaba por ser uma pena demasiado leve, e que a empresa se limitará a pagar sem grandes dificuldades, sem quaisquer consequências efectivas a longo prazo.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]