2021/02/27

Estação espacial Voyager Station com gravidade artificial arranca em 2025

Após meio século, o sonho de ter uma estação espacial com gravidade artificial poderá começar a tornar-se realidade, se esta Voyager Station cumprir com o prometido.

A década de 60 de 70 foi imensamente inspiradora em termos de sonhos espaciais, com a corrida à Lua a fazer disparar as expectativas de que estariam para breve coisas como verdadeiras cidades espaciais em órbita. Infelizmente isso acabou por não se concretizar, mas pode ser que agora, 50 anos mais tarde, comece finalmente a acontecer. Pelo menos assim promete a Orbital Assembly Corporation (OAC) que diz estar preparada para começar a construir a Voyager Station em 2025.

A Voyager Station será uma estação espacial que segue o design já conhecido de muitos filmes de ficção científica, com o objectivo de usar a sua rotação para criar gravidade artificial a bordo. Terá 200 metros de diâmetro e poderá acomodar até 400 turistas espaciais, e tornar-se possível graças à imensa redução de custos que a SpaceX tem alcançado com os seus foguetes. Durante muito tempo, o custo de enviar cada kg de carga para o espaço era de 8 mil dólares, valor que agora foi reduzido para 2 mil dólares com o Falcon 9, e que a poderá reduzir para umas centenas de dólares com a futura Starship. Só assim se tornará economicamente viável criar esta mega-estrutura espacial com dezenas de toneladas.

Mas, antes disso, será preciso validar a tecnologia, e a OAC espera lançar um modelo em escala reduzida, com 60 metros de diâmetro, que irá testar o sistema de construção robotizado da estrutura, e a sua capacidade de suportar as forças geradas durante a rotação.

O prazo para arrancar com a construção em 2025 parece demasiado ambicioso, mas esperemos que possa ser concretizado.



3 comentários:

  1. Carlos, a NASA já veio dizer que o custo da SpaceX não é assim tão baixo. Sugiro que vejas o vídeo do Thunferf00t.

    ResponderEliminar
  2. https://www.youtube.com/watch?v=bUIK0U0PEgA

    ResponderEliminar

[pub]