2021/04/05

Helicóptero Ingenuity já se separou do Perseverance

O helicóptero Ingenuity já está no solo de Marte, tendo agora que resistir às gélidas noites marcianas durante os próximos dias para se aventurar no seu voo.

Nas missões de exploração espacial nada se pode dar por garantido, e cada pequeno passo em que as coisas correm como é suposto tem que ser visto como uma vitória. Foi precisamente isso que aconteceu com a largada do helicóptero Ingenuity, que seguia a bordo do rover Perseverance, e que teve que efectuar uma série de manobras para de "desdobrar" antes de ser largado no solo marciano.


É um momento especial que não só significa que todos esses passos correram bem, mas também significa que a partir de agora o Ingenuity deixa de poder contar a ajuda da energia eléctrica fornecida pelo rover, ficando unicamente e exclusivamente por sua conta. E para que a tentativa de voo possa avançar, será necessário que as suas baterias resistam às temperaturas de quase -100ºC das noites marcianas; com o seu pequeno painel solar a fazer os possíveis por ir contribuindo com alguma carga.

O primeiro voo poderá acontecer já a 11 de Abril, consistindo num pequeno teste de pairar a poucos metros de altura durante 30 segundos, esperando-se que consiga ter carga para fazer mais voos ao longo das semanas seguintes, e recolher valiosa informação sobre as condições de voo em Marte para potenciais drones de exploração futuros. A baixa densidade, temperaturas, e gravidade reduzida, representam todo um novo conjunto de variáveis que irão ser postos à prova pelo Ingenuity.


Actualização: Boas notícias, resistiu às gélidas noite marcianas.

3 comentários:

  1. Não vos parece um pouco contraditório que com tanta tecnologia espacial, nas imagens que nos chegam do robot e helicóptero vejamos cabos amarrados com simples braçadeiras, partes em que estao protegidas apenas com uma especie de fita cola, o helicóptero Ingenuity parece q tem uma especie de cesto em pano com aspeto fragil, etc.. Supostamente nao deveriam ter um aspeto mais robusto e protegido?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comece a história que a NASA gastou 1 milhão de dólares para desenvolver uma caneta que seja possível escrever na ausência de de gravidade? E o russos resolveram o problema levando lápis para aos espaço. Há vez coisas simples são as melhores soluções.

      Eliminar
    2. O Ingenuity foi feito usando tecnologia "comercial" (leia-se: de baixo custo em termos espaciais). De resto, basta espreitar a ISS para ver que as coisas na realidade não são com se vê nos filmes. Por vezes não há nada melhor que soluções low-tech para resolver problemas - como as referidas braçadeiras, ou velcro (que, apesar do mito de ter sido criado pela NASA para usar no espaço ser falso, é efectivamente usado com fartura nas missões espaciais).

      Eliminar

[pub]