2021/04/24

Rede de sites falsos de notícias da Eliminalia tem como objectivo suprimir notícias incómodas

Um serviço de alojamento confrontado com pedidos de remoção de notícias incómodas, incluindo corrupção em Angola associada a Isabel dos Santos, decidiu investigar a origem das queixas, e o que descobriu supera aquilo que se poderia imaginar ser possível: um serviço organizado com centenas de sites de notícias falsos, com o único propósito de fazer desaparecer artigos incómodos para corruptos, criminosos, e outros que preferem manter as suas actividades escondidas dos olhares públicos.

A Qurium achou estranho estar a receber inúmeros pedidos para remoção de notícias referentes a alguns tópicos específicos, como os referentes a corrupção da Isabel dos Santos, com o seu interesse a subir de nível quando detectou que esses pedidos nem sequer tinham origem em advogados reais. A sua pesquisa levou-os a descobrir que tudo estava relacionado com a empresa Eliminalia, mas mal podiam imaginar toda a dimensão deste mega-esquema.

A Eliminalia presta serviços de "eliminação de notícias indesejados", mas o mais assustador é constatar a escala da infraestrutura que utiliza para tal. São mais de 300 sites pseudo-noticiosos sobre o seu controlo, e a táctica que utiliza é a seguinte: copiam a notícia indesejada do site alvo, e publicam-na nos seus sites "noticiosos" com uma data anterior à da publicação original. De seguida, fazem queixa dizendo que o site alvo copiou as "suas" notícias, enquanto bombardeiam os responsáveis pelo site original com exigências ameaçadoras para remoção desses conteúdos.

Tudo isto é complementado com uma rede de bots nas redes sociais, ao dispor para promoverem as notícias falsas dos seus sites e darem a aparência de serem sites noticiosos legítimos, com visitantes e interacções.


Já sabíamos que existiam exércitos de bots nas redes sociais a promover certas coisas e a combater outras; assim como existem outros bots concebidos para inflacionar pontuações falsas das apps nas app stores e aparente número de downloads. No entanto, esta Eliminalia mostra que as coisas vão muito para além disso, e que já se chegou a um ponto em que temos empresas destas dedicadas a tentar reescrever a realidade.

2 comentários:

  1. Interessante... 🤔

    Tudo o que o dinheiro puder comprar, irá, obviamente fazer parte do arsenal de quem o recebe sem para tal ter merecido.

    ResponderEliminar
  2. Ora nem mais... e o que não falta aos corruptos é (o nosso) dinheiro!

    ResponderEliminar

[pub]