2021/05/11

Army of the Dead chega com actor substituído digitalmente

No novo filme de Jack Snyder, Army of the Dead, a maioria dos espectadores poderá nem se aperceber que para além de todos os efeitos esperados, há um que poderá passar despercebido: um dos membros da equipa foi inserido digitalmente para "apagar" um actor indesejado.

Army of the Dead é a próxima grande produção de Zack Snyder, que estreia na Netflix a 21 de Maio. É também um dos filmes cuja produção teve que enfrentar um caso polémico, com o actor Chris D’Elia a tornar-se persona non grata após terem vindo a público acusações de ter perseguido raparigas adolescentes. Em resultado disso, com o filme já em pós-produção, a equipa teve que arranjar forma de literalmente o apagar das filmagens e o substituir por outra pessoa.
Essa pessoa acabou por ser Tig Notaro, que teve que fazer todas as suas cenas em frente a um ecrã verde, e depois ser inserida digitalmente no filme - com toda uma série de dificuldades tendo em conta a diferente estatura, e a necessidade de manter a ilusão perfeita de que estava "lá" ao lado dos seus colegas.

Quando virem o filme, lembrem-se que, para além de todos os efeitos evidentemente digitais, das multidões de zombies (e do tigre zombie), há um dos membros que só foi posto no filme depois dele já ter sido filmado.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]