2021/05/25

Ecrã mini-LED do iPad Pro 2021 já está a ser criticado face aos OLED

A Apple está muito orgulhosa do ecrã mini-LED do iPad Pro 12.9" de 2021, mas quem está habituado aos ecrãs OLED já começou a reparar nas zonas de iluminação que este ecrã utiliza.

Apesar de utilizar tecnologia mini-LED com um número muito superior de LEDs no backlight do ecrã, o iPad Pro de 12.9" também denuncia estas zonas luminosas quando se está perante conteúdos de alto-contraste em ambientes pouco iluminados. Ao contrário dos OLED, em que cada pixel produz a sua própria luz, aqui, qualquer zona iluminada sobre um fundo preto irá fazer acender uma zona mais alargada, criando um halo luminoso em redor dos conteúdos iluminados, como barras de menus, barras de progresso, ou até simples texto branco sobre fundo preto.



O problema será menos notório quando se estiver a usar o iPad num ambiente mais iluminado, e temos ainda que pesar a vantagem desta tecnologia não serão susceptível a burn-in como os OLEDs, o que servirá como descanso adicional para quem se preocupar com isso.

No entanto, há também a possibilidade disto ter sido uma falha de concepção da Apple, já que o ecrã deste iPad Pro supostamente utiliza cerca de 10 mil mini-LEDs no backlight, mas agrupa-os em apenas 2500 zonas com controlo individual. Se a Apple tivesse feito o controlo individual dos 10 mil mini-LEDs, poderia reduzir significativamente a área abrangente destes halos luminosos. Teremos que esperar pela próxima geração de ecrãs mini-LED... isto se a Apple não se resignar e adoptar um ecrã OLED para os iPads.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]