2021/06/07

Apple paga milhões por vídeo de estudante nua

Um reparador oficial da Apple acaba de custar milhões à empresa da maçã, por causa da partilha indevida de fotos e vídeos íntimos durante a reparação de um iPhone.

O caso remonta a 2016, quando uma estudante enviou o seu iPhone para reparar num parceiro oficial da Apple. Mal sabia ela que esse episódio lhe iria mudar a vida, quando alguns funcionários fizeram o upload de fotos e vídeos de cariz sexual para a sua conta do Facebook, que surgiram como se tivessem sido publicados por ela. Um caso que agora fica encerrado com o pagamento de vários milhões de dólares pela Apple, que certamente não quer arriscar muitos mais milhões em publicidade negativa por conta deste caso.

O envio de um smartphone, ou computador, para reparação é sempre complicado, pois na maioria dos casos implica ter que dar acesso a um estranho às nossas informações, apps e serviços - incluindo o código pin ou password de desbloqueio. Por isso mesmo, e sempre que possível, é sempre recomendável só entregar o equipamento tendo-se feito um reset de fábrica, para que este tipo de situações não ocorra.

O pior é quando a avaria nem sequer permite que se faça isso; e que torna ainda mais indispensável recorrer a uma empresa que trate os nossos dados da forma como devem ser tratados (no caso de discos ou SSDs avariados, podem sempre recorrer à PCLab) e não uma que nos faça o "favor" de publicar fotos e vídeos privados no Facebook.

3 comentários:

  1. Vim aqui à procura do vídeo e nada... :(

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente ainda há pessoas que não respeitam os outros e não são profissionais.

    ResponderEliminar

[pub]