2021/08/16

Huawei acusada de querer espiar projecto no Paquistão

Uma empresa norte-americana diz que foi pressionada pela Huawei para implementar backdoors que permitiriam espiar e recolher informação sobre cidadãos no Paquistão.

A Business Efficiency Solutions (BES) é uma empresa norte-americana que foi contratada pela Huawei para um projecto de "cidades seguras" no Paquistão, mas que agora acusa a Huawei de ter roubado tecnologia sua, e de a ter pressionado a implementar backdoors que permitissem a recolha de dados para criar uma réplica de todo o sistema na China. Quando a empresa disse que seria necessária ter uma autorização oficial das entidades paquistanesas antes de implementar tal sistema, a Huawei começou por dizer que isso não era necessário, e ameaçando cancelar o contrato; e posteriormente dizendo que já tinha obtido essas autorizações, mas sem as partilhar com a empresa.

A Huawei defende-se dizendo que não há qualquer prova de que alguma vez tenha instalado backdoors em qualquer produto, e que a réplica da rede que criou na China era apenas uma rede de testes, fisicamente isolada da rede real, e que nunca permitiria recolher dados fosse para onde for. Enquanto isso também decorre uma investigação pelas entidades paquistanesas, que dizem não ter encontrado quaisquer indícios de roubo de dados até ao momento.

O que é certo é que, independentemente de ser verdade ou não, é mais um caso que reaviva o clima de suspeição que paira sobre a Huawei, e que poderá ser visto como sinal de que os EUA não deverão retirar a empresa da sua "lista negra" num futuro a curto prazo.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]