2021/08/11

Xiaomi Pad 5 enfrenta o iPad da Apple

A Xiaomi volta a mostrar o seu apreço pela Apple usando o iPad como inspiração para o seu Pad 5 e Pad 5 Pro.

Com apenas um letra de diferença para os tablets da Apple, estes novo Pad 5 da Xiaomi tornam-se automaticamente nuns dos mais bem conseguidos tablets Android no mercado, com ambas as versões a optarem por um ecrã de 11" (2560x1600) e 120 Hz, com cor 10-bit, Dolby Vision e HDR10, e TrueTone pada ajustar a tonalidade e luminosidade em função das condições do momento. Com o ecrã a ser a peça dominante nos tablets, a coisa começar por estar muito bem encaminhada.

No Pad 5 normal temos um Snapdragon 860, no Pro temos um Snapdragon 870, com 6 GB ou 8 GB de RAM dependendo dos modelos, e 128 GB ou 256 GB de capacidade. O modelo normal vem com uma câmara traseira de 13 MP, que passa a dupla de 13 MP + 5 MP ultrawide no Pro. Existe ainda uma variante Pro 5G com câmara principal de 50 MP + 5 MP. Nas baterias, temos uma de 8720 mAh no Pad 5 com carregamento de 33 W, enquanto no Pro a bateria é de 8600 mAh mas com carregamento de 67 W.
Com apenas 6.86 mm de espessura, são tablets com muito bom aspecto, e não falta um stylus com dois botões e reconhecimento a 240 Hz, assim como uma capa teclado magnética que também serve de suporte.

Na China o modelo base Xiaomi Pad 5 6+128GB vai custar 263 euros, passando para os 302 euros no modelo 6+128GB; no Xiaomi Pad 5 Pro os preços começam nos 329 euros para o de 6+128 GB, passam para os 368 euros no de 6+256 GB, e vão até aos 460 euros no modelo 5G com 8+256 GB. Estimando-se que tenha uma boa recepção no mercado (como se antecipa) é de imaginar que em breve a Xiaomi faça crescer esta família para modelos com ecrãs de maior dimensão.

4 comentários:

  1. O 4 só tinha versão chinesa sem serviços Google de base. Vai existir versão ocidental deste?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, tive de instalar uma versão alternativa do Mi os desenvolvido por um grupo independente para ter um sistema mais amigo do mundo global.. mas nunca mais teve updates..

      Eliminar
  2. Um produto que se espera "revolucionário". O último já é datado de 2018.

    ResponderEliminar

[pub]