2021/09/19

Locomotiva eléctrica FLXdrive dispensa catenárias

Falar de locomotivas eléctricas pode parecer banal, mas a FLXdrive da Wabtec tem a pequena diferença de não precisar de catenárias, usando baterias como outros veículos eléctricos.

Os transportes ferroviários são exemplos perfeitos para os transportes eléctricos, mas nem todos os países ou troços contam com as catenárias para garantir o fornecimento de energia. Nesses casos costuma recorrer-se às locomotivas diesel (que na verdade são locomotivas eléctricas equipadas com um gerador diesel), mas a Wabet propõe uma alternativa mais limpa, sem emissões poluentes.

A locomotiva eléctrica FLXdrive passou da fase de protótipo para a fase de produção, e de início prometia autonomia de 560 km e velocidades de até 120 km/h, arrastando algumas centenas de toneladas - prestações que se espera ver melhoradas na versão de produção, pois a capacidade das baterias passará de 2.4 MWh para 7 MWh.
Também aqui, e de forma especialmente eficaz, se tira o máximo partido da travagem regenerativa, que com cargas de centenas de toneladas permite recuperar imensa quantidade de energia em todos os declives e travagens, prolongando a sua autonomia. Teoricamente, num percurso sempre descendente, seria possível partir com a bateria quase descarregada e chegar ao destino com a carga a 100%, embora a táctica não funcionasse no sentido inverso. Ainda assim, será sempre mais eficiente optar pelas vias electrificadas sempre que possível, dispensando a necessidade de transportar toneladas de baterias.

2 comentários:

  1. Penso que nos comboios/locomotivas as fuel cell têm uma melhor oportunidade do que as baterias.
    https://www.alstom.com/solutions/rolling-stock/coradia-ilinttm-worlds-1st-hydrogen-powered-train

    ResponderEliminar
  2. Em 2015 estava a trabalhar num projecto em Taiwan onde as catenarias apenas estavam nas estações.

    ResponderEliminar

[pub]