2022/02/06

Sugar Ransomware ataca particulares com preço de saldo

Há um novo ransomware ao ataque, que se foca nos utilizadores particulares e pede resgates baixos para facilitar o pagamento.

O mundo do ransomware tem tido uma evolução curiosa. Depois de uma fase inicial que visava utilizadores comuns, os grupos de hackers passaram a focar-se em empresas e entidades capazes de pagar resgates de milhões de euros, com a ameaça de que os seus documentos confidenciais serão expostos publicamente se não o fizerem. Mas agora, temos um regresso às origens.

Este Sugar Ransomware volta a focar-se nos utilizadores particulares comuns, encriptando os seus documentos, mas apresentando-lhes valores "ridiculamente" reduzidos para recuperarem os seus ficheiros.
Em vez de centenas ou milhares de euros, há casos em que este ransomware pede apenas alguns euros para resgatar os ficheiros, o que parece indicar que a táctica destes atacantes seja apostar na quantidade de utilizadores infectados e não no preço pago por cada um. Se uma vítima dificilmente estará disposta a pagar milhares de euros para recuperar os seus documentos, se calhar não se importará de pagar umas dezenas para resolver o problema e não ter que pensar mais no assunto.

De qualquer forma, não se esqueçam que ninguém está livre, e que deverão manter backups e usar todas as formas de protecção contra ransomware que puderem, para não se verem nesta ingrata situação.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]