2022/03/01

Windows pode manter dados do utilizador após reset do sistema

A opção de "eliminar tudo" durante a reposição de um Windows pode afinal manter dados do utilizador.

Parecendo querer dar razão aos que acusam o Windows de estar "cada vez pior", eis que um novo bug faz com que, nalgumas situações, alguns dados dos utilizadores podem permanecer mesmo após seleccionaram a opção de eliminação total no processo de reposição do sistema.

O caso afecta pastas que tenham ficheiros sincronizados com serviços como o OneDrive, que tenham sido abertos ou descarregados localmente, e que poderão permanecer mesmo quando o utilizador selecciona a eliminação total. E, como se isso não fosse suficiente, também faz com que ficheiros encriptados via Bitlocker também sejam descodificados e mantidos na pasta Windows.old.

Seria de esperar que a opção de "reset completo" fosse daquelas funcionalidades infalíveis em que nada pudesse falhar mas, como se pode ver, não é o caso. A falha afecta todas as versões actuais do Windows, incluindo o Windows 10 20H2 até 21H2, e Windows 11 21H2. A recomendação da MS é que se faz o sign-out ou unlink da conta OneDrive antes de se fazer o reset.

3 comentários:

  1. A solução é fazer "à moda antiga" com uma pen com imagem nova e formatar as partições

    ResponderEliminar
  2. A forma correcta é utilizar um programa como por exemplo o DBan (Darik's Boot and Nuke Darik's Boot and Nuke Files) para limpar absolutamente tudo do disco, até de forma bastante segura se utilizar as opções correctas.

    ResponderEliminar

[pub]