2022/04/28

Google expande direito a ser esquecido

Google facilita a remoção de pesquisas, desde que sejam referentes a páginas que divulgam dados pessoais privados.

Diz-se que a internet nunca esquece; e se isso é bom por um lado, pode também tornar-se num pesadelo quando aquilo que é exposto são coisas que deveriam permanecer privadas. A Google diz que vai facilitar a remoção dos resultados nesses casos.

A Google já aceitava os pedidos de remoções de páginas que contivessem informação como imagens de assinaturas, números bancários ou de cartões de crédito, ou números de identificação de documentos nacionais, imagens de assinaturas, ou registos médicos confidenciais; agora passa também a englobar, fotos de documentos de identificação, dados de login, ou informação de contacto (moradas, telefones, ou até endereços de email).
A Google removerá os resultados referentes aos links indicados, desde que não contenham informação de interesse público, mas é preciso relembrar que esta remoção diz respeito apenas aos resultados de pesquisa da Google. A informação continuará a estar disponível nos sites respectivos, e poderão continuar a aparecer noutros motores de pesquisa.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]