2022/09/17

EVGA retira-se das placas gráficas

A EVGA, uma das marcas mais populares do sector, anunciou que irá deixar de fazer placas gráficas.

A EVGA era uma das grandes parceiras da Nvidia, representando 80% das vendas de GPUs Nvidia nos EUA, mas mesmo assim decidiu abandonar o fabrico de placas gráficas. A empresa cita conflitos com a Nvidia e margens que se têm reduzido cada vez mais nos últimos anos, tornando insustentável a sua presença no sector. E a demonstrar que está a falar a sério, a marca - que trabalhava exclusivamente com a Nvidia - nem sequer contempla a possibilidade de produzir placas gráficas com GPUs da AMD ou os mais recentes GPUs da Intel, preferindo retirar-se por completo.
Nas duas últimas décadas, a discrepância entre o lucro da Nvidia e dos seus parceiros têm-se afastado cada vez mais, aumentando de 30% para mais de 60% no caso da Nvidia, mas reduzindo-se de 25% para cerca de 5% no caso dos parceiros como a EVGA.

Quer isto dizer que não veremos placas gráficas EVGA com a próxima geração de GPUs RTX 4000 que se espera que sejam revelados em breve; e falta ver se esta saída da EVGA não poderá levar outros parceiros a seguirem o mesmo caminho, nem que seja como forma de pressionarem a Nvidia a conceder melhores condições.

2 comentários:

  1. Falta aqui uns emojis também...

    ResponderEliminar
  2. A única forma de resolver isto era a Intel conseguir entrar no mercado a sério, mas isso parece que vai ser difícil acontecer. O mais certo é surgir um novo player chinês no mercado com chips a espiar os gamers :D

    ResponderEliminar

[pub]