2022/10/26

Apple confirma iPhone com USB-C

A Apple confirmou pela primeira vez a transição do iPhone para a ficha USB-C, mas expressando o seu desagrado por ser uma imposição da UE.

Embora os rumores já indicassem a inevitabilidade da Apple acatar as exigências europeias e adoptar a ficha USB-C nos iPhones, temos a primeira confirmação por parte de um executivo da Apple.

Greg Joswiak, marketing lead da Apple, disse que de facto a Apple irá substituir a ficha Lightning e adoptar o USB-C, mas também aproveitando a oportunidade para dizer que fazem apenas devido "aos europeus", e que a empresa prefere que sejam os seus engenheiros a fazer esse tipo de decisões e não por obrigação legislativa. Chega até ao ponto de dizer que esta transição irá criar mais lixo electrónico ao obrigar as pessoas a comprarem cabos novos e abandonarem os cabos Lightning - afirmação um pouco infeliz, que parece esquecer que a Apple já efectuou essa transição nos iPad Pro.

Por isso, a actual geração iPhone 14 deverá ser a última a vir com a ficha Lightning, com o próximo iPhone 15 a dever marcar a transição para os iPhones com a ficha USB-C, que passam a ser exigidas na UE no final de 2024. Embora tecnicamente isso ainda permitisse que a Apple lançasse o iPhone 15 com ficha Lightning, impediria que o iPhone 15 fosse vendido nos anos seguintes, a não ser que sofresse uma actualização para mudar de ficha.

1 comentário:

  1. Não é uma confirmação oficial. O mais provável é que abandonem as fichas físicas por completo e optem pelo carregamento sem fios proprietário... pelo menos até a UE actualizar o regulamento e exigir a utilização de um carregamento sem fios padrão. Altura em que são capazes de se virar para não permitir o carregamento de todo com fios ou sem fios, mas sim a substituição da bateria proprietária que é carregada em um carregador externo proprietário. E depois quando a UE finalmente regulamentar também isso talvez se virem para o carregamento via luz proprietária. Enfim, a imaginação é literalmente o limite para a Apple continuar a manter-se um eco sistema fechado altamente rentável.
    Claro que se a UE deixar explícito na lei que todas as empresas têm de ter carregamento via USB-C nos seus aparelhos quer queiram ou não, e que se não tiverem além da proibição de comercializar na UE, ainda terão de pagar multas bilionárias... aí realmente não terão alternativa a não ser abandonar os mercados onde não podem ter o formato de carregamento proprietário que desejam... porque adaptar-se à lei, não parece que seja algo que a Apple goste a não ser que a perda seja maior que o inconveniente de ter de se adaptar à lei.

    ResponderEliminar

[pub]