2022/11/21

Tesla recorre à TSMC para os seus próximos chips FSD

A Tesla parece ter encomendado milhões de chips à TSMC, tornando-se num dos seus maiores clientes.

Depois da Tesla ter dito adeus à Nvidia e optado por desenvolver o seu próprio chip para o seu sistema de Autopilot (com o Hardware 3.0) foi também referido que já estava a trabalhar na próxima geração com capacidades melhoradas. Isso foi em 2019, com a indicação que o novo chip chegaria daí por dois anos. Como infelizmente é habitual na Tesla, o prazo não foi cumprido, mas chegam agora notícias de que tem havido movimentações.

A Tesla parece ter finalmente concretizado uma "mega-encomenda" para os seus chips de nova geração à TSMC, o que se torna mais marcante considerando que para o seu primeiro chip a Tesla tinha recorrido à Samsung para a produção.

O novo chip deverá ser fabricado na fábrica da TSMC nos EUA, usando processo de 4/5 nm, e fazer com que a Tesla tenha entrada imediata para o top dos maiores clientes da TSMC. Esta mesma fábrica nos EUA também estará a ser renovada para permitir a produção de chips de 3nm para a Apple.

O novo chip da Tesla deverá proporcionar um novo salto em termos de desempenho, embora a empresa de Elon Musk continue a assegurar que a actual geração do hardware será suficiente para a funcionalidade FSD (Full Self Driving) - o modo de condução autónoma que tem sido prometido (e pago pelos clientes) há anos, sem que ainda tenha sido devidamente concretizado.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]