2023/01/03

Óculos da Apple poderão custar $3000

Estão a surgir mais rumores sobre os futuros óculos de realidade aumentada da Apple, desta vez com indicação de preço bem mais elevado do que se pensava.

Naquilo que poderá ser apenas a manobra clássica de "preço a atirar para o céu para depois o preço final parecer barato", as últimas indicações dizem que os óculos da Apple poderão custar a módica quantia de 3000 dólares. Um valor que à partida parece completamente absurdo, mas que poderá ter apenas o intuito de fazer com que um eventual preço de 1500 ou 2000 dólares depois pareça mais digerível. De resto, relembre-se que um iPhone 14 Pro Max começa nos 1500 euros com uns ridículos 128 GB.

Mas há mais detalhes curiosos, com a indicação de que poderá ter um pack de baterias magnético que fica colocado na cintura (se assim for, lá se vai a simplicidade do formato como sendo óculos tradicionais), o uso de um pequeno botão rotativo ao estilo do Apple Watch para alternar entra a visão virtual e o mundo real, sistema de encaixe de lentes magnéticas para quem utiliza óculos de correcção, ajuste automático da distância entre pupilas, 120º de ângulo de visão (equivalente ao do Valve Index, mais que os 106º do Meta Quest Pro), e possibilidade de correr apps iOS em 2D.

Outra coisa interessante será o facto da Apple estar a apostar numa interacção usando as mãos e voz, sem necessidade de qualquer controlo físico adicional como nos restantes óculos VR. Também parece ser mantido um ecrã exterior nos óculos, para mostrar às pessoas em redor as expressões do utilizador; enquanto no interior teremos ecrãs micro OLED com 4K de resolução para cada olho, com eye tracking e foveated rendering. Os óculos incluem ainda uma dúzia de câmaras e ainda sensores LIDAR de curta e longa distância, capazes de captar o mundo em redor e o corpo do utilizador, incluindo a posição das pernas.

Espera-se que a Apple apresente os óculos ainda durante este ano, mas se for com um preço de 3000 dólares, parece-me que terá muitas dificuldades em fazer com que se tornem no "próximo passo" a seguir aos iPhones.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]