2023/01/15

Rede Mobi.E supera os 250 mil carregamentos mensais

O ano de 2022 foi o melhor de sempre para a mobilidade eléctrica em Portugal, tendo a rede Mobi.E mantido uma tendência crescente que culminou em Dezembro com mais de 250.000 carregamentos mensais.

Em termos acumulados, registaram-se mais de 2 milhões e 490 mil carregamentos na rede Mobi.E, o que representou um aumento de 80% em comparação com o ano anterior. Os consumos de energia face ao período homólogo aumentaram 110%, fixando-se em cerca de 36.650 MWh. O número de utilizadores também subiu significativamente, 77% em relação a 2021, com mais de 105 mil condutores a usarem pelo menos uma vez um dos postos da rede.

Estes números demonstram a capacidade da rede Mobi.E em responder a aumentos significativos da procura, fator que permite conferir uma maior confiança ao número crescente de portugueses que têm vindo a aderir à mobilidade eléctrica. Recorde-se que o ano de 2022 ficou também marcado pelo alargamento da rede de acesso público aos 308 municípios. O ritmo de crescimento da infraestrutura de carregamento superou em 45% o recorde do ano anterior, crescendo de uma média de 20 para 29 postos de carregamento instalados por semana. A 31 de Dezembro, existiam mais de 3.100 postos de acesso público, o que significa um aumento de cerca de 50% face a 2021, correspondendo a mais de 5.600 pontos de carregamento.
Em termos de potência, houve também uma subida superior a 70%, quando comparamos com o ano de 2021, rondando actualmente os 166 mil kW. Neste início de ano, um terço da rede Mobi.E é constituída por postos de carregamento rápido ou ultra-rápido, com potências superiores a 22 kW.

Durante o ano de 2022, registou-se ainda uma forte adesão à rede Mobi.E de postos de carregamento em espaços de acesso privado, que aumentaram mais de 3,5 vezes ao longo do ano, bem demonstrativo das virtualidades da figura Detentores de Pontos de Carregamento (DPC) prevista no modelo Mobi.E e que só agora começa a despertar o interesse quer de consumidores, quer de Operadores de Pontos de Carregamento.

Todos estes dados encontram-se disponíveis no site da MOBI.E no portal MOBI.Data.

[Pela Estrada Fora]

2 comentários:

  1. Até parece que a M.e só tem feito coisas boas... Aliás, eles até acham que são os únicos com o passo certo, na Europa, no que concerna a mobilidade eléctrica.
    Um sistema de taxas e taxinhas, para servir grupos (as, segundo a própria, ervilhas) e amigos, levando a que ninguém perceba, na hora do carregar, quanto irá pagar.
    Os responsáveis por existirem postos tesla, montados há mais de 1 ano, sem poderem operar...
    Condutores que vêm da Europa e chegam aqui, não conseguem carregar, devido ao sistema usado.
    Bem vindos à Tugalândia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já existem aplicações que associando um cartão de crédito permitem carregar em toda(!) a rede, por exemplo a app Miio .
      O sistema Português é invejado lá fora... onde se tem de ter vários cartões para poder carregar, aqui com um só cartão carrega-se na rede publica toda.
      Quanto ao que se vai pagar por carregamento, mais uma vez basta usar a app do Miio e tem-se antes do carregamento a previsão do preço, podendo-se até optar por carregadores mais económicos nas redondezas.

      Eliminar

[pub]