2016/01/12

Razer Blade Stealth é um portátil com GPU externo via Thunderbolt 3


Conjugar os requisitos de um computador para jogos com o formato de um portátil é algo bastante complicado; mas a Razer volta a apresentar uma solução que tem sido tentada, e que desta vez poderá mesmo tornar-se num futuro standard: a utilização de placas gráficas externas.

O Razer Blade Stealth é um ultrabook bem interessante, onde não faltam pormenores como um teclado retro-iluminado onde se pode configurar a cor de cada tecla, ecrã de 12.5" com 2560x1440 (e 4K em opção), e SSD PCIe para garantir o máximo desempenho. Mas, numa máquina destinada aos jogadores, aquilo que mais importa é o GPU utilizado, e é aí que este Stealth recorre a um truque.

Em vez de recorrer a um potente GPU integrado na sua caixa, com todas as implicações que isso teria a nível de volume, consumos, ventilação, etc. este Razer Blade Stealth recorre ao Thunderbolt 3 para comunicar com um módulo externo que pode levar uma placa gráfica de tamanho completo, e cuja imagem pode ser vista tanto num monitor externo como no próprio ecrã do portátil (para além de ter também quatro portas USB 3.0 e ethernet gigabit, e poder carregar o portátil usando apenas esse único cabo (a caixa externa tem fonte de alimentação integrada).

Embora não seja a primeira vez que um fabricante nos apresenta soluções de placas gráficas externas, na maioria dos casos isso era feito recorrendo a ligações proprietárias. Desta vez, isto é feito usando o Thunderbolt 3, que embora ainda não seja tão comum como se gostaria, tem começado a popularizar-se aos poucos, e faz prever que no futuro este tipo de módulos possa vir a ser mais comum e compatível entre diferentes marcas.

Uma boa notícia para todos os que gostam de ter um portátil mas não querem abdicar de ter uma placa gráfica potente e que possam actualizar de tempos a tempos sem terem que trocar de computador. O Razer Blaze Stealth base custa $999 (com um Core i7, 8GB RAM, e 128GB SSD), enquanto a versão mais equipada (ecrã 4K, 512GB SSD) fica por $1599. O preço do módulo externo para o GPU ainda não foi revelado.

2 comentários:

  1. se o preço deste lado do atlântico não fosse tão inflacionado seria uma boa máquina para trabalhar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. muito boa mesmo já o blade 4 era fantástico ao preço de um macbook pro 13 mas com mt melhores especificações qualidade de construção idêntica não fosse aquele logo verde e as teclas verdes era um grande portátil para os profissionais e este eleva a fasqua ainda mais alto, provavelmente o melhor ultabook do mercado.

      Eliminar

[pub]