2016/03/16

Google Maps passa a mostrar opção de "táxis" para as viagens


No final do ano passado o Google Maps ganhou a integração com o Uber, mas o serviço vai agora perder a exclusividade, pois o Google Maps vai passar a apresentar informação de outras empresas concorrentes.

O Google Maps há muito que nos disponibiliza várias modalidades de transporte para chegar ao destino (carro, transportes públicos, pé, bicicleta) e, mais recentemente, passou a apresentar também a opção Uber. Mas em breve essa opção de serviço de táxis passará a apresentar informação de outras empresas, incluindo aquelas que trabalham com táxis tradicionais, como a mytaxi - mas sendo necessário ter as respectivas apps instaladas.

Esta alteração permitirá ter mais uma opção de transporte facilmente acessível para os utilizadores - podendo dizer-se que será um pequeno passo inicial para um futuro mais distante, onde esta opção possa chamar automaticamente um carro autónomo da Google - e ao mesmo tempo apresentar as diversas opções disponíveis e respectivos preços, de modo a escolher-se aquela que seja mais vantajosa. Algo que também facilitará a vida aos utilizadores em locais servidos por diferentes serviços da Uber (UberX e Uber Black, por exemplo) que assim também podem ver imediatamente a diferença de preço entre as diferentes modalidades.

A Google refere que esta actualização incluirá os serviços do 99Taxis no Brasil, Ola Cabs na Índia, Hailo no UK e Espanha, mytaxi na Alemanha e Espanha, e o Gett no UK. Não é especificado se Portugal será contemplado, mas uma vez que temos o serviço mytaxi em Lisboa, era simpático que fosse o caso.

5 comentários:

  1. Podes ter o teu ponto de vista mas pareces o BE com o Jesus com essa questão dos "táxis". Chegas ao ponto de chamar "táxis tradicionais" como se o Uber fosse legal. O governo já deu a entender que não o é, mas obviamente só quando se decidir em tribunal é que se poderá falar. Não duvidando de que o mercado até possa ter a ganhar ao ser disputado mas dava jeito que tivesse tudo enquadrado nas mesmas regras. E já agora, que não tenham prejuízo só para eliminar a concorrência. A Uber dá lucro? O relatório financeiro só vi lá menos. Não será mais uma Google que foge aos impostos pelas formas que conhecemos?

    O teu entusiasmo e o de muita gente é incrível, é só a pensar no beneficio próprio. E não tenho ninguém conhecido como taxista nem sequer tenho boa impressão deles. É mesmo ver a coisa como um todo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O nome Uber parece ser tabu, pelo que, deixemos o nome de lado e falemos apenas do que interessa: tens uma app, que permite chamar um automóvel de aluguer com condutor, devidamente certificado e *legal*, que te leva de um sítio especificado a outro sítio especificado.

      Diga-se, para além disto, que estes serviços já operavam em Portugal há muitos anos antes da chegada da Uber, mas que em vez de uma app usavas o telefone para fazer o pedido.

      ... Este serviço passa a ser ilegal, apenas por se passar a usar uma app em vez de um telefone? Talvez sim, se os tribunais assim o decidirem - mas se for esse o caso, nada terá a ver com justiça.


      E a questão de "fugir aos impostos", lamento, mas é daqueles argumentos que apenas se tenta repetir incessantemente com a esperança de que assim se torne verdade. Ao contrário do que acontece na maioria dos "táxis tradicionais", na Uber levas com a factura automaticamente, quer queiras quer não queiras - e não é um papel rabiscado com um valor, que nem sequer é válido.


      P.S. As empresas que fazem os transportes para a Uber são portuguesas; porque será que, com tanto incómodo dos taxistas e cooperativas, ainda não se tenham dado ao trabalho de as processar a elas, em vez de andar aos pontapés aos carros e a intimidar condutores e passageiros? Ficará para pensar, talvez...

      Eliminar
    2. Muito boa resposta. Não fazia melhor. Parabéns.

      Eliminar
  2. Carlos Martins, não sou muito de escrever nos blogues, mas tinha de dizer isto, mais do que o custo do serviço existe também a qualidade do mesmo e sinceramente por 3 vezes que mandei chamar um táxi,fiquei sempre com a sensação que ou deveria ter ido de camioneta ou ter levado o próprio carro. Não levo este assunto ao ponto de ser generalista, mas possivelmente porque tive azar com o serviço. Daí que acho que uma maior opção de escolha como a Google possa estar a fazer seja uma boa opção para o mercado.

    ResponderEliminar
  3. Carlos Martins, não sou muito de escrever nos blogues, mas tinha de dizer isto, mais do que o custo do serviço existe também a qualidade do mesmo e sinceramente por 3 vezes que mandei chamar um táxi,fiquei sempre com a sensação que ou deveria ter ido de camioneta ou ter levado o próprio carro. Não levo este assunto ao ponto de ser generalista, mas possivelmente porque tive azar com o serviço. Daí que acho que uma maior opção de escolha como a Google possa estar a fazer seja uma boa opção para o mercado.

    ResponderEliminar

[pub]