2016/03/14

Porto VR360 deixa-te visitar o porto em Realidade Virtual


Visitar alguns dos locais mais populares do Porto é agora mais fácil que nunca, sem que seja necessário saírem de casa ou que estejam sequer em Portugal, graças à app Porto VR360.

A app Porto VR 360 foi lançada recentemente e foi uma das apps que se pôde experimentar no meetup de Realidade Virtual que se realizou no Porto - e que contou com uma pequena apresentação dos seus criadores, que abordaram o futuro do cinema, TV e vídeo, neste novo formato que obriga a expandir os horizontes das possibilidades.

Mas, sem que seja esperar pelo futuro e essas possibilidades, todos poderão experimentar desde já o que é estar no Porto, usando o seu smartphone Android e os óculos em cartão cardboard VR, ou algo um pouco melhor, como os GearVR da Samsung.


A app Porto. VR360 permite-nos "ir" até à Avenida dos Aliados; Ribeira; Casa da Música; Parque da Cidade; Serra do Pilar; e a Foz do Douro; servindo como um aperitivo virtual para lá irmos na realidade. Facilmente se passam vários minutos enquanto explorarmos o ambiente em vídeo 360 de cada um dos locais, e o interface e interacção com a app é extremamente simples, bastando direccionar o olhar para os icons que surgem no espaço.

Uma excelente aposta da CM do Porto para aproveitar as novas tecnologias e levar o Porto a todo o mundo. (Para todos os que estiverem interessados em criar algo deste tipo para outros locais ou eventos, é só entrarem em contacto com a Riot Films / Vertigo VR.)

5 comentários:

  1. Apenas mais um vislumbre! Com opções muito limitadas e a qualidade de imagem é má! Mas esse é ainda um problema dos vídeos 360 em geral! Neste caso podemos visitar apenas 4 pontos da cidade do Porto e temos que nos limitar a olhar para uma imagem de fraca resolução, tal como na aplicação Streetview vr. Não pretendo de forma alguma minimizar o trabalho feito e apenas descrever a realidade. Mas fico contente por ver que também há criadores portugueses interessados em realidade virtual!

    ResponderEliminar
  2. Ora não posso concordar com a tua review Pedro. Eu fiz download da aplicação para cardboard e lá tem 6 locais, cada um com vídeo, não 4 com imagens estáticas como dizes.

    Quanto à qualidade também não concordo, eu vi vídeos com uma qualidade até acima do que costuma aparecer nas apps VR de cardboard, não "má qualidade".

    Portanto penso que não estaremos a falar da mesma app ;)

    Tens de ser mais cuidadoso com o que dizes, porque isso induz as pessoas em erro e é prejudicial para quem faz o trabalho. Não fosse eu já ter visto a app, ao ver a tua review ficaria com uma ideia totalmente desfasada da realidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim tens razão eu errei quando disse que eram imagens estáticas e no numero de pontos a visitar. Na verdade eu só visitei 4 e como não gostei da qualidade da imagem não senti interesse em ver mais. De qualquer forma continuo a achar que a imagem é má, como acontece com quase todos os Videos 360. De qualquer forma não pretendi prejudicar o trabalho de quem fez a aplicação e continuo a achar que é graças ao trabalho desses pioneiros que um dia quando as coisas evoluírem iremos poder ter vídeos 360 como deve ser!

      Eliminar
    2. Para referência, tratam-se de vídeos com qualidade HD 720p, opção feita pelos developers tendo em conta as características dos ecrãs da maioria dos dispositivos, e a qualidade que permitiriam obter ao serem usados com sistemas tipo cardboard VR.

      Dito de outra forma: mesmo que fossem vídeos Full HD, o mais certo é que não se conseguissem notar diferenças.


      Precisamos de ecrãs 4K como o do Sony Xperia Z5, e GPUs à altura, para que essa qualidade efectiva possa melhorar.

      Eliminar
    3. É pena não ser em 3D... e normalmente embirro com todos os vídeos 360 que não sejam em 3D, embora a imagem continue a ser má, mas ainda assim costuma ficar melhor!

      Eliminar

[pub]