2016/09/28

Google Translate aprende a fazer traduções mais inteligentes

Quem recorre ao Google Translate para fazer traduções já se terá deparado com traduções de sentido bastante duvidoso, mas de agora em diante as coisas devem melhorar bastante, especialmente nas traduções de chinês.

No ocidente podemos viver com a ilusão de que o inglês é a língua universal, mas não é preciso afastarmos-nos muito para constatarmos que o mundo é bem mais diversificado linguísticamente do que se pensa. Daí a importância de sistemas de tradução... desde que sejam fiáveis.

A Google desenvolveu um novo sistema de tradução baseado em redes neuronais (Google Neural Machine Translation system - GNMT) e que consegue obter melhores resultados que o sistema de tradução utilizado anteriormente. Os resultados são praticamente idênticos aos que seriam obtidos por um tradutor humano quando se tratam de línguas ocidentais (como de inglês para espanhol, ou de francês para inglês) e conseguem também melhorias significativas no caso de traduções mais complicadas como entre chinês e inglês, onde esses resultados eram particularmente fracos.






Este novo sistema de tradução é muito mais exigente em termos de computação, mas a Google já o está a disponibilizar para a tradução de chinês para inglês, esperando que ajude o resto do mundo a perceber a língua mais falada do mundo.

Ao longo dos próximos meses este mesmo sistema irá sendo alargando a traduções entre muitas mais línguas.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]