2016/12/29

Phone House com renting de smartphones em Portugal


Nos EUA a Apple já disponibiliza um programa de actualizações contínuas para quem pretende trocar de iPhone todos os anos. Enquanto não chega até nós, a Phone House avança com um programa de renting para smartphones topo de gama que promete um iPhone 7 por 28,70 euros por mês.

Esta nova oferta permite que o cliente usufrua continuamente de smartphones topo de gama através do pagamento de uma mensalidade em regime de contrato de 13 ou 25 meses. No final do contrato, o cliente tem a possibilidade de renovar o serviço, entregando o smartphone para retoma em troca de um novo dispositivo, ou pagar o valor remanescente e ficar com o mesmo.

Este tipo de programas poderá tornar-se cada vez mais popular no futuro, entre aqueles que gostam de ter sempre o último topo-de-gama das principais marcas mas, como sempre, depende sempre de quanto se estará disposto a pagar por isso. Portanto, vamos às contas para ver quanto é que se paga.


Para este programa de renting da Phone House é dado como exemplo um iPhone 7 de 32GB, com valor de 779 euros. Dependendo das modalidades, temos:

  • (12 meses) 12x 47,92€ + 1x 210€ = 785,04€
  • (24 meses) 24x 29,21€ + 1x 90€ = 791,04€


No caso da ideia ser ter acesso a um novo modelo, a última mensalidade é compensada pelo valor de retoma mínimo de igual valor. Fazendo com que o custo de usar um iPhone 7 fique:

  • (12 meses) 12x 47,92€ = 575,04€
  • (24 meses) 24x 29,21€ = 701,04€


Assumindo que se opta por ficar com o iPhone no final, não parece um mau negócio... mas neste tipo de coisa é preciso estar sempre atento aos detalhes. Não seria incomum que a estes valores se somassem comissões ou taxas mensais (embora aqui seja dito que o valor da prestação já inclui €0.50 de comissão de processamento) - sendo que não fica explicado se nestes valores também já está incluída a comissão de abertura de cerca de 50 euros e 74 euros, para os 12 / 24 meses respectivamente (o que não me parece provável, pois senão pagava-se menos que o valor financiado!)

Também é preciso ter em conta que, caso optem por não ficar com o iPhone, significará que o estão a "vender" por 210 ou 90 euros - valores que estarão manifestamente abaixo do valor de mercado que o equipamento terá nessa altura. No entanto, nada vos impede de "comprarem" o iPhone e, logo de seguida, venderem-no por um valor mais atractivo, mas já por vossa conta e risco.

Neste momento este programa de renting está disponível para os iPhone 7, iPhone 7 Plus e Samsung Galaxy S7 e S7 Edge).

6 comentários:

  1. Uma roubalheira. No UK, £49 (57€) x1 e depois £33.45 por mês (39€) que podem ser usados para atualizar a cada 12 meses, e incluí seguro AppleCare+. Com o telemóvel entregue ao fim de 20 meses sem atualizar.

    Lá o 7 32GB custa 700€, logo a diferença não é muita.

    Aposto que a PhoneHouse, ao fim dos 13 meses, se vai por com "manias" de que não aceita o telemóvel porque tem um risquinho aqui ou ali...

    ResponderEliminar
  2. Isso é uma aberração, basta fazer contas!

    ResponderEliminar
  3. Os valores são de facto confusos, mas se no total ficar por 780-790€ e der para atualizar para um novo iPhone sem ter de investir muito dinheiro novamente, não é mesmo um mau negócio.

    ResponderEliminar
  4. Nada de novo , Portugal no seu explendor !

    ResponderEliminar
  5. Vai se estar a pagar por um produto que nunca é nosso....

    ResponderEliminar
  6. Isto não é como as casas, em que se quer ter um telemóvel "nosso", é mais tipo o renting automóvel, em que se paga para ter o serviço automóvel ao nosso dispor (aquisição, manutenção, seguros, etc).

    O princípio do renting tem vantagens e desvantagens, agora o preço é que pode ou não ser atractivo!

    ResponderEliminar

[pub]